Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/256288
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Avaliação de parâmetros bioquímicos e cardiovasculares em ratos Wistar diabéticos e não diabéticos alimentados com glutamato monossódico
Title Alternative: Evaluation of biochemical and cardiovascular parameters in diabetic and non diabetic Wistar rats fed with monosodium glutamate
Author: Maluly, Hellen Dea Barros
Advisor: Reyes, Felix Guillermo Reyes, 1948-
Abstract: Resumo: Tem sido relatado que a administração de glutamato monossódico (MSG) por via parenteral e oral possui um efeito lesivo sobre o núcleo arqueado do hipotálamo provocando alterações na regulação do apetite e, como conseqüência, obesidade e distúrbios relacionados à síndrome metabólica, que são caracterizados por alterações no metabolismo de carboidratos (resistência à glicose e insulina), dislipidemia e doença cardiovascular. Este estudo teve como objetivo avaliar possíveis alterações metabólicas e cardiovasculares quando da exposição oral ao MSG em níveis de até 5,0% na dieta. O estudo foi realizado com ratos diabéticos e não diabéticos. A utilização de animais diabéticos se justifica por serem susceptíveis a indução de possíveis distúrbios metabólicos. Foi avaliado o perfil metabólico característico da condição diabética, incluindo eletrocardiograma, testes bioquímicos, determinação de aminoácidos livres no soro dos animais e a possível alteração histológica de órgãos que são afetados pela condição diabética (fígado, rins e coração). Concluiu-se que o uso de MSG na concentração de até 5,0% na dieta, não alterou os parâmetros estudados, tanto nos animais não diabéticos, como nos diabéticos. As alterações observadas em animais diabéticos refletiram aos distúrbios característicos desta enfermidade, independente da adição de MSG na dieta

Abstract: It has been reported that the parenteral or oral administration of monosodium glutamate (MSG) has an deletereous effect on the arcuate nucleus of the hypothalamus, inducing alterations in the control of appetite that can lead to obesity and disorders related to the metabolic syndrome, such as alterations in carbohydrate metabolism (glucose and insulin resistance), dyslipidemia and cardiovascular disease. This study aimed to evaluate possible metabolic and cardiovascular alterations as a consequence to oral exposure to MSG at levels up to 5.0% in the diet. The study was carried out using diabetic and non-diabetic rats, the use of diabetic animals being justified by their susceptibility to the induction of possible metabolic disorders. The metabolic profile characteristic of the diabetic condition was evaluated, including electrocardiogram, biochemical tests, determination of amino acids in the serum and the possible histological alteration in the organs that are affected by this condition (liver, kidneys and heart). In conclusion, the use of MSG at levels up to 5.0% in the diet did not change the parameters studied in both: non diabetic and diabetic animals. The alterations observed in the diabetic animals reflected the metabolic changes characteristic of this disease, regardless the addition of MSG to the diet
Subject: Glutamato monosódico
Diabetes Mellitus
Ratos Wistar
Eletrocardiograma
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FEA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Maluly_HellenDeaBarros_D.pdf1.47 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.