Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/256285
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Transferencia "in vitro" de colesteril-oleato entre as lipoproteinas plasmaticas de alta e baixa densidade mediada pela proteina de transferencia de ester de colesterol : efeitos de modificações quimicas nas lipoproteinas de baixa densidade
Author: Castilho, Lucia Nassi, 1953-
Advisor: Oliveira, Admar Costa de, 1949-
Abstract: Resumo: O transporte reverso de colesterol é um dos mecanismos que podem explicar a relação inversa entre os níveis plasmáticos de lipoproteínas de alta densidade (HDL) e a incidência de doença aterosclerótica no homem. Por esse processo, o colesterol dos tecidos periféricos, inclusive da parede arterial, é removido das membranas celulares pelas HDL, esterificado pela lecitina colesterol-aciltransferase e, posteriormente, captado pelo figado (transporte reverso direto de colesterol). O colesterol celular também é removido por via indireta, ou seja, pela transferência do-colesterol esterificado das HDL para as lipoproteínas que contém apo B (lipoproteínas de muito baixa e baixa densidade, respectivamente VLDL e LDL) as quais são captadas por receptores específicos hepáticos. Essa etapa é mediada pela proteína de transferência de éster de colesterol.(CETP). As lipoproteínas de baixa densidade são quantitativamente as maIS importantes lipoproteínas carreadoras de colesterol. Elas estão positivamente associadas ao desenvolvimento da aterosclerose e, desta forma, altas concentrações de LDL plasmáticas e/ou modificações químicas destas lipoproteínas, como a oxidação, são condições relacionadas diretamente ao aumento da incidência da doença aterosclerótica. Com o objetivo de avaliar a atividade da CETP frente a modificações químicas induzi das artificialmente nas LDL, foram feitos experimentos de medida de transferência de éster de colesterol radioativamente marcado entre as lipoproteínas. Lipoproteínas obtidas a partir de "pool" de plasma de indivíduos nonnais, foram modificadas "in vitro" por acetilação ou oxidação e foram incubadas com HDL2 e HDL3 previamente marcadas com éster de colesterol radioativo, na presença de CETP contida na fração do plasma de d> 1,21g1rnL. Após vários períodos de incubação, as lipoproteínas foram reisoladas por precipitação das LDL com sulfato de dextrana/MgCh e a radioatividade medida no sobrenadante. Os resultados obtidos mostraram diminuição média significativa na transferência de éster de colesterol das subpopulações de HDL (HDL2 e HDL3 em conjunto) para as LDL modificadas por acetilação (p=O,OOOI) ou por oxidação (p=O,OO88), quando comparadas às respectivas LDL normais. A diminuição encontrada na porcentagem de transferência das HDL para a LDL acetilada foi de 1,8 vezes e para a LDL oxidada foi de 1,5 vezes em relação às respectivas LDL normais. A via inversa, ou seja,. transporte de éter de colesterol da LDL oxidada para as subpopulações de HDL, apresentou um aumento médio significativo (p=O,OOO5) de cerca de 2 vezes, quando comparado à LDL normal. A diminuição da transferência de colesterol esterificado (CO) das HDL para as LDL modificadas contribui para que estas lipoproteínas aterogênicas ganhem menos colesterol do que as LDL não modificadas. Por outro lado, a maior transferência de colesteril-oleato das LDL oxidadas para as HDL, resulta na redistribuição do colesterol oxidado para uma fração lipoprotéica antiaterogênica. Como o destino metabólico das LDL modificadas é a captação por macrófagos na parede arterial (ateroma) e o das LDL e das HDL normais é o hepatócito (excreção de colesterol do corpo), os resultados mostraram que a CETP favoreceu a redistribuição do colesterol plasmático para as lipoproteínas íntegras, antiaterogênicas, indicando um possível papel antiaterogênico da CETP o que também foi recentemente descrito em um estudo populacional

Abstract: Reverse transport of cholesterol is a mechanism that possibly explains an inverse correlation between high density lipoprotein (HDL) levels and the incidence of atherosclerosis. In this process peripheral cholesterol tissue, including that of the arterial wall, is removed from cellular membranes by HDL, esterified by lecithin-cholesterol-acyltransferase and thereafter taken up by the liver (direct reverse transport of cholesterol). Cellular cholesterol is also transported by an indirect way, that is, by means of the transfer of esterified cholesterol from HDL to the lipoproteins that contain apo B (low and very low density lipoproteins, respectively, VLDL and LDL) and that is intemalized by specific hepatic receptors. Thisstep is mediated by the cholesterol ester transfer protein (CETP). Low density lipoproteins quantitatively are the most important carriers of cholesterol. They are positively associated with the development of atherosclerosis, and in this way, high concentrations of plasma LDL and chemical modification of these lipoproteins are conditions direct1y related to atherogenesis. In order to study the activity of CETP on LDL particles chemically modified, experiments were made to measure the transfer of radioactive cholesteryl ester between lipoproteins. Lipoproteins obtained from the plasma pool of normal individuaIs were modified "in vitro" by acetylation or oxidation, and were incubated with HDL2 and HDL3 containing radioactive cholesteryl ester in the presence of CETP from plasma fraction of d > 1.2 1 g/rnL. After various incubation periods, the lipoproteins were isolated again by pr.ecipitation of LDL with dextran sulfate/MgCh and the radioactivity measured in the supematant. The results obtained showed a significant average diminution in the transfer of cholesteryl ester from HDL2 and HDL3 to the LDL modified by acetylation or by oxidation, when compared to the nonnal LDL. In the inverse direction that is, the transport of oxidized LDL cholesteryl ester to the subpopulations of HDL presented a significant average increase, when compared to nonnal LDL. The diminished transfer rate of esterified cholesterol (CO) from HDL to the modified LDL brings about a significantly smaller enrichment of the latter with cholesterol. On the other hand, the faster transfer rate of CO from oxidized LDL to HDL lessens the atherogenic pot~ntial of the fonner lipoproteins. Taking into account that modified LDL is bound to accumulate into the arterial wall whereas nonnal LDL and HDL are preferentially taken up by the hepatocyte, the data suggest that CETP plays a benefical role favoring the excretion of cholesterol from the body, which is in agreement with a recent epidemiological study suggesting an antiatherogenic role of CETP
Subject: Ésteres
Colesterol
Lipoproteinas
Arteriosclerose
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1996
Appears in Collections:FEA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Castilho_LuciaNassi_D.pdf3.35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.