Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/256260
Type: TESE
Title: Modelagem e simulação sistemica de rios : avaliação dos impactos ambientais no Rio Mogi-Guaçu, SP
Title Alternative: System-based modelling and simulation for rivers : assessment of environmental impacts of Mogi-Guaçu river, SP
Author: Scariot, Marlei Roling
Advisor: Ortega Rodriguez, Enrique, 1944-
Scariot, Enrique Ortega
Abstract: Resumo: Modelos sistêmicos que contemplam variáveis bioquímicas indicativas da qualidade da água de rios são ferramentas com grande potencial para auxiliar na gestão de bacias hidrográficas por possibilitar a elaboração de cenários e proporcionar a antecipação de possíveis impactos sofridos pelos rios. Através destes pode-se propor soluções e medidas mitigadoras dos mais diversos problemas relacionados à qualidade de um rio. Este trabalho propõe um modelo sistêmico da qualidade de rios fundamentado na diagramação de sistemas de energia desenvolvida por H. T. ODUM. A partir dos Diagramas de Sistemas de Energia, foi realizada a modelagem matemática, a obtenção dos dados de equilíbrio e dos coeficientes de fluxo e a simulação dinâmica dos principais elementos do Rio Mogi-Guaçu. O modelo proposto foi validado mediante a comparação dos resultados obtidos na simulação com dados empíricos disponíveis na literatura. Os resultados do modelo apresentaram boa concordância com os dados experimentais. Foram criados cenários para visualização de possíveis condições futuras do rio Mogi-Guaçu, os quais foram orientados de acordo com alternativas de políticas públicas ambientais, uso das terras, crescimento populacional e industrial. Os cenários têm a capacidade de mostrar o quanto cada parâmetro relacionado às alterações antrópicas pode alterar as variáveis de qualidade do rio. Cenários de interações entre diferentes variáveis foram avaliados e mostraram que, com os crescimentos aparentemente inevitáveis, da indústria e populacional aliados a mudanças climáticas, o tratamento do esgoto doméstico se apresenta como um elemento chave para a manutenção da qualidade do rio Mogi-Guaçu

Abstract: System Models that include biochemical variables, which are indicative of river water quality, are tools with great potential to assist in watershed management enabling the development of scenarios and previewing possible impacts in rivers. Therefore it is possible to propose solutions and mitigating measures to solve different possible problems related to river quality. This work proposes a systemic model of rivers quality based on energy systems language developed by H. T. ODUM. From an energy system diagram, are derived: the mathematical model, the flow coefficients and the dynamic simulation of the main elements of the Mogi-Guaçu river. The proposed model was validated by comparing the results obtained in simulation with empirical data available in literature. Model results showed good agreement with experimental data. Future conditions scenarios of Mogi-Guaçu river were created, which were targeted in accordance with various public policies environmental, land use, population and industrial growth. Scenarios are able to show how each parameter, related to human changes, can influence river quality. Scenarios of interactions between different variables were analyzed and showed that, even with the unavoidable growth of industry and population, combined with climate changes, the treatment of domestic sewage can be a key element for maintaining the quality of Mogi-Guaçu river
Subject: Simulação
Modelos
Rios
Bacias hidrográficas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:FEA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Scariot_MarleiRoling_D.pdf7.58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.