Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/256119
Type: TESE
Title: Estudo do valor nutricional da proteina de feijão-comum (Phaseolus vulgaris, L.), feijão-de-corda (Vigna unguiculata, L.), ervilha (Pisum sativum, L.) e grão-de-bico (Cicer arietinum, L.) utilizando marcação com nitrogenio 15
Author: Domene, Semiramis Martins Alvares
Advisor: Oliveira, Admar Costa de, 1949-
Abstract: Resumo: Este trabalho teve como objetivo estudar o valor nutricional da proteína de ervilha (Pisura sativum, L.), feijão- comum (Phaseolus vulgaris, L), feijão-de-corda (Vigna unguículata, L.Walp.) e grão-de-bico (Cicer arietinum, L.), através do uso do nitrogênio 15(15N) como marcador. Para que fosse incorporado à proteína, procedeu-se o plantio de sementes de cultivares puros dos grãos, em canteiro experimental que recebeu adubação de (NH4¬SO4) enriquecido com 10,0 átomos de 15N Por cento. A utilização de cultivares puros e a homogeneidade de tratos culturais permitiram a eliminação de variáveis como características genéticas e condições ambientais que interferem nos resultados de avaliação química e nutricional dos grãos. As sementes obtidas foram analisadas quanto à composição centesimal e de aminoácidos, cozidas e liofilízadas, e o material obtido foi empregado como fonte protéica na formulação de dietas para ratos albinos Wistar, em ensaio randomizado. O grupo controle recebeu dieta contendo caseina comercial como fonte protéica, e outro grupo recebeu dieta aprotéica. Os animais foram mantidos em condições controladas de temperatura e ciclos de luz, submetidos a jejum de 24 horas seguido de um período de 48 horas para adaptação ás dietas, com alimento e água ad líbitum, em gaiolas de crescimento. Em seguida, foram transferidos para gaiolas metabólicas onde permaneceram por 4 dias, com coleta de fezes a cada 24 horas. Fez-se determinação 15 de nitrogênio total bem como de N nas fezes produzidas durante o período de adaptação e nas fezes e urinas do período de balanço, bem como controle do ganho de peso e ingestão de dieta. As determinações químicas mostraram que, dentre as leguminosas estudadas, o grão-de-bico apresenta teores de proteína bruta 25 % menores do que as demais, e cerca de 300 % mais lípides totais. A composição em aminoácidos demonstrou que a ervilha apresenta o menor teor de sulfurados, resultando no mais baixo valor de escore químico. Os resultados dos ensaio biológicos foram submetidos a Análise de Variância de uma via. Pôde-se estabelecer relação entre ganho de peso e retenção de nitrogênio expressa por regressão linear positiva e moderada, com coeficiente de correlação de 0,7616 (p < 0,01). A expectativa de que o período de 48 horas subseqüente ao jejum fosse suficiente para a adaptação dos animais às dietas foi confirmada pela estabilização dos níveis de excreção de nitrogênio endógeno, que apresentaram acelerada diminuição neste período e em seguida não diferiram durante o período de balanço (p < 0,05), descrevendo uma regressão potencial negativa e forte, com coeficientes sempre superiores a 0,9500 (p < 0,01). A quantificação do nitrogênio endógeno pela aplicação do isótopo demonstrou que os animais alimentados com dietas de leguminosas cozidas excretam cerca de 2 a 2,5 vezes mais material endógeno do que os animais em dieta aprotéica. Conseqüentemente, os indicadores de qualidade protéica obtidos através da correção pelo uso do isótopo resultam em valores sempre superiores aqueles obtidos através da correção pela dieta aprotéica; apesar disto, nem sempre há diferença significativa entre os mesmos, A análise dos indicadores destaca o desempenho do feijão-de-corda, que apresenta os melhores valores de Digestibilidade, Valor Biológico e Utilização Liquida da Proteína.

Abstract: The aim of this work was to study the value of the protein of the pea (Pisum sativum, L.), the common bean (Phaseolus vulgaris, L.), the cow pea (Vigna unguiculata, L. Walp.) and the chick, pea (Cicer arietinum, L) , by the way of the use of nitrogen 15 (15N) as a tracer. In order to be incorporated to the protein, seeds from pure varieties of grainswere planted in experimental patches wich received fertilizing of (NH4)2SO4 enriched with 10,0 atoms of 15N %. The use of pure varieties and the homogeneity of the culture treatment made it possible to eliminate variables such as genetical characteristics and environmental conditions wich interfered in the results of the chemical and nutritional valuation of the grains. The seeds wich were obtained were analised in relation to the proximate composition and of amino acids, cooked and freeze dried and the material obtained was used as a source of protein in the composition of diets for albino Wistar rats in a randomized assay. The control group received a diet containing commercial casein as a source of protein and another group received a diet without protein. The animals were mantained in controlled conditions of temperature and cycles of light, submitted to a 24 hour- fasting and followed by a 48 hour period to get adapted to the diets, with food and ater ad libitum in growth cages. Right after, they were transfered to metabolic cages where they remained for 4 days, with feces collect at each 24 hours. A determination of total nitrogen and N was made in the feces from the both periods and in the urine obtained in the balance period, as well as the control of weight gain and the ingestion of diet. The chemical determinations showed that among the studied leguminous, the chick pea presented content of crude protein 2 5% lower than the others and around 3 00% more total lipids. The composition of amino acids showed that the pea presented the least content of sulphur containing ones, resulting in the lowest value of chemical score. The results of the biological assays were submitted to one way analisys of variance (ANOVA). It was possible to estabilish a relation between the weight gain and the retention of nitrogen expressed by positive and moderate linear regression, with a correlation coefficient of 0,7616 (p < 0,01). The presumption that the period of 4 8 hours following the fasting would be enough for the adaptation of the animals to the diets was confirmed by the stabilization of the levels of excretion of endogenous nitrogen wich presented an acelereted decrease in this period and after did not differ during the balance period (p < 0,05), showing a strong and negative potential regression with coefficients always over 0,9500 fp < 0,01). The quantification of endogenous nitrogen by applying the isotope showed that the animals fed with cooked leguminous diets excreted around 2 to 2,5 times more endogenous material than the animals on diets without protein. Consequently, the indicators of protein quality obtained through the correction by the use of isotope, resulted in values always superior to those obtained by the correction of diet without protein; nevertheless, not always are there significant differences among them. The analisys of indicators point out the performance of the cowpea wich presented the best values of digestibility, biological value and net protein utilization.
Subject: Leguminosa
Proteínas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1990
Appears in Collections:FEA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Domene_SemiramisMartinsAlvares_M.pdf4.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.