Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/255959
Type: TESE
Title: Estudo da resistência à corrosão de ligas de alumínio para embalagem de bebidas carbonatadas
Title Alternative: Study of corrosion resistance of aluminium alloys for carbonated beverages packaging
Author: Soares, Beatriz Maria Curtio, 1983-
Advisor: Anjos, Carlos Alberto Rodrigues, 1957-
Abstract: Resumo: Neste trabalho estudou-se a ação dos íons cloreto e de cobre no comportamento corrosivo de ligas de alumínio utilizadas na fabricação de latas de alumínio para bebidas. Foram avaliados seis tipos de refrigerantes (de cola, guaraná, de uva, de limão, de laranja e tônica) comumente comercializados em latas de alumínio, para determinação de pH, acidez, concentração de cloreto e de cobre e determinação do potencial de corrosão do alumínio frente a essas bebidas. Baseadas nessas informações, soluções simulantes de refrigerante foram definidas para emprego no estudo de corrosão. Através da obtenção de curvas de polarização, avaliou-se o efeito da concentração desses íons em solução acidificada com ácido cítrico (pH 3,0) no comportamento corrosivo das ligas de alumínio AA3104-H19 e AA5182-H19. Os resultados demonstraram que a presença concomitante de íons cloreto e de cobre em solução potencializa a corrosão da liga AA3104-H19, usada no corpo de latas de alumínio. Por fim, o estudo de estabilidade foi conduzido com solução ácida contendo apenas íons cloreto (250 mg.kg-1), apenas íons cobre (25 ?g.kg-1) e a mistura desses dois íons (250 mg.kg-1 + 25 ?g.kg-1). Duas alturas de enchimento também foram definidas para avaliar a influência do espaço-livre da lata no processo de corrosão. Durante a estocagem realizada a 35 °C por 180 dias confirmou-se o potencial de agressão da solução contendo a mistura dos íons cloreto e de cobre, com a ocorrência de perfuração da lata após 12 dias de estocagem e perda de 30% das embalagens após 180 dias estocagem. Também foi observada maior migração de alumínio para a bebida nas latas com maior espaço-livre. As latas que acondicionaram solução contendo apenas um dos elementos permaneceram íntegras até os 180 dias de estocagem, embora tenha sido observado início do processo corrosivo nessas embalagens

Abstract: In this work was studied the effect of chloride and copper ions on the corrosion behavior of aluminum alloys used in aluminum beverage cans. Firstly, six types of soft drink (cola, guarana, grape, lemon, orange and tonic), commercialized in aluminum cans, were evaluated for pH, acidity, chloride and copper concentration, and determination of the aluminum corrosion potential. Based on this information, model solutions simulating the soft drinks were defined for use in the corrosion study. Polarization curves were obtained to evaluate the effect of ions concentration in acidified solution using citric acid (pH 3.0) on corrosion potential of AA3104-H19 and AA5182-H19 aluminum alloys. The results obtained showed that the presence of chloride and copper ions in the same solution enhances the corrosion of AA3104-H19 aluminum alloy, which is used in the can body. Finally, the stability study was conducted with acid solutions containing only chloride ions (250 mg.kg-1) or copper ions (25 ?g.kg-1) or both ions (250 mg.kg-1 + 25 ?g.kg-1). Two filling levels have also been used to evaluate the influence of the can head-space in the corrosion process. During storage at 35 °C for 180 days, the aggression potential of the solution containing the mixture of chloride and copper ions was confirmed by the occurrence of can perforation after 12 days of storage and 30% of packaging loss after 180 days of storage. The aluminum migration was higher in beverages packaged in higher head-space cans. Cans containing only one element remained intact up to 180 days of storage, although the beginning of the corrosion process has been observed in the cans
Subject: Latas
Alumínio
Corrosão
Refrigerantes
Cloretos
Cobre
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FEA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Soares_BeatrizMariaCurtio_D.pdf4.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.