Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/255684
Type: TESE
Title: Ação da 'alfa'-lactalbumina e seus hidrolisados na inibição da ulcera gastrica induzida por diferentes agentes
Title Alternative: Actionof the 'alfa'-lactalbumin and its hydrolysates on the inhibition of the induced gastric ulcer for different agents
Author: Mezzaroba, Leonice Fatima Hoger
Advisor: Sgarbieri, Valdemiro Carlos, 1932-
Abstract: Resumo: A a-lactalbumina tem sido recentemente associada com redução de estresse, imunomodulação, atividade antimicrobiana após proteólise, propriedade anticancer e atividade antiulcerogênica. Os objetivos deste trabalho foram definir uma metodologia para a obtenção da a-lactalbumina e da b-lactoglobulina a partir de um concentrado de proteínas de soro de leite bovino e investigar a atividade antiulcerogênica da a-lactalbumina (produzida em laboratório e uma preparação comercial), da a-lactalbumina comercial hidrolisada e duas frações de seu hidrolisado (F1 < 1kDa e F2 > 1kDa) na proteção da mucosa gástrica em modelos de úlcera induzida por indomentacina e etanol absoluto em ratos, bem como, avançar na investigação das vias metabólicas de ação protetora. Para o isolamento da a-lactalbumina e da b-lactoglobulina a partir do concentrado de soro de leite bovino utilizou-se o sistema FPLC da Pharmacia e coluna de troca aniônica (resina Q Sepharose fast flow), e a fração correspondente a a- lactalbumina foi em seguida purificada por exclusão molecular utilizando-se a resina Sephacryl S-200. A b-lactoglobulina foi facilmente isolada por cromatografia de troca iônica apresentando-se quase homogênea e com um rendimento de 82%; para a a-lactalbumina, foi necessária uma etapa de purificação, e a proteína semi purificada apresentou contaminantes e baixo rendimento (32%). Para avaliar a ação antiulcerogênica da a-lactalbumina e de seus hidrolisados em modelo de úlcera induzido por indomentacina ou por etanol absoluto os animais receberam duas doses das amostras teste em dias consecutivos. Para avaliar possíveis vias de ação protetora foram estudadas suas participações na secreção ácida gástrica através da ligadura do piloro, a participação de substâncias sulfidrila e prostaglandinas na citoproteção gástrica em modelos de úlcera induzida por etanol absoluto. A a-lactalbumina comercial (Davisco Foods International, INC.) foi à amostra que apresentou maior porcentagem de inibição do índice de lesões ulcerativas no modelo de úlcera induzida por indometacina. No modelo de úlcera induzida por etanol absoluto, a a-lactalbumina (produzida em laboratório e a comercial) e frações de seu hidrolisado (F1 e F2) inibiram as lesões gástricas em níveis significativos na mesma ordem. A investigação das vias metabólicas de ação protetora, mostrarram que as amostras não alteraram a concentração ácida total após 4 horas de piloro ligado, sugerindo que a atividade antiulcerogênica desta proteína parece não ser mediada pela via da secreção ácida gástrica. A alquilação de grupamentos sulfidrila, envolvidos no mecanismo de citoproteção gástrica com N-etilmaleimida (NEM), eliminou o efeito protetor da a-lactalbumina e de frações de seu hidrolisado à mucosa gástrica, sugerindo que a ação antiulcerogênica parece depender da participação destas substâncias. A inibição da síntese de prostaglandina pela indometacina, bloqueador da síntese de prostaglandinas pela inibição da ciclooxigenase, não impediu que a a-lactalbumina (produzida em laboratório e a comercial) e a fração do hidrolisado de peso molecular >1kDa protejesse a mucosa gástrica a níveis significativos, sugerindo uma menor dependência de prostaglandina para a ação protetora dessas amostras. Já a fração do hidrolisado de peso molecular <1kDa perdeu sua atividade, evidenciando a participação de prostaglandinas na citoproteção gástrica por esta fração peptídica. A confirmação do envolvimento de prostaglandinas no mecanismo de ação antiulcerogênica por peptídios derivados da a-lactalbumina foi realizada através da quantificação do muco gástrico e da determinação da concentração de PGE2 na mucosa gástrica. Os resultados obtidos sugerem que há um conjunto de mecanismos envolvidos na proteção exercida pela a- lactalbumina e frações de seu hidrolisado enzimático sobre a mucosa gástrica, sendo estes, a participação de substâncias sulfidrila e aumento dos níveis de prostaglandina E2 na mucosa gástrica

Abstract: The a-lactalbumin has been recently associated with reduction of stress, immunomodulation, antimicrobial activity after proteolysis, anticancer and antiulcerogenic activity. The purpose of this work was to define a methodology for obtaing a-lactalbumin and b-lactoglobulin from a bovine whey protein concentrate and to investigate the antiulcerogenic activity of the a-lactalbumin (produced in laboratory and a commercial preparation ¿ Davisco Foods International, INC.), of the hidrolyzed commercial a-lactalbumin and two fractions of this hidrolysate (F1<1kDa and F2 >1kDa), in the protection of gastric mucosa induced by indomethacin or absolute ethanol induced ulcer in rats, as well as, to advance in the inquiry of the metabolic pathways of protective actions. For the isolation of the a-lactalbumin and of b-lactoglobulin from the bovine whey protein concentrate a Pharmacia FPLC system with anion exchange column (Q-Sepharose fast flow resin) was used. Alpha-lactalbumin was further purified by molecular exclusion chromatography using Sephacryl S-200 column. The b-lactoglobulin was easily isolated from ionic exchange chromatography presenting good purity and 82% yield; for the a-lactalbumin, a second stage of purification was necessary, and the partially purified protein still presented some contaminants and a low yield (35%). To evaluate the antiulcerogenic action of the a-lactalbumin and its hidrolysates for indomethacin and absolute ethanol induced ulcer in rats, the animals received two doses of the samples in consecutive days. To determine possible mechanisms of protection to the gastric mucosa, the effect in the gastric acid secretion through the tied piloro technique, the participation of sulfhydryl substances and prostaglandins were studied. For the indomethacin induced ulcer only the commercial a- lactalbumin inhibited the gastric injuries, while in the absolute ethanol induced ulcer all the samples were able to reduce the gastric injuries at significant levels. The inquiry of the metabolic pathways of protective action showed that the samples did not modify the concentration of the total acid after 4 hours tied piloro, suggesting that the antiulcerogenic activity of these proteins and peptides seem not to be mediated by the mechanism of gastric acid secretion. The alkylation of sulfhydryl groups with N-ethylmaleimide (NEM), partially eliminate the protective effect of the a-lactalbumin and its hidrolysates on the gastric mucosa, suggesting the participation of these groups in the antiulcerogenic action. The inhibition of the prostaglandin synthesis with indomethacin did not eliminate the protection offered by a-lactalbumin and the hydrolysate fraction of molecular weight > 1kDa. However the protection offered by the hydrolysate fraction of molecular weight < 1kDa was completely neutralysed by the indomethacin cycloxygenase inhibition, suggesting that a-lactalbumin low peptides seem to protect the gastric mucosa via the prostaglandin cycle. The confirmation of the envolvement of prostaglandins in the mechanism of antiulcerogenic action by a-lactalbumin peptides was substanciated through the quantification of gastric mucus and the determination of the PGE2 concentration in the gastric mucosa. These results suggest that there are more than one mechanism for the stomach cytoprotection against ulcerogenic factors a-lactalbumin and its hydrolysates. While intact a-lactalbumin and high molecular weight peptides seem to depend on the sulfhydryl groups for protection, low molecular weight peptides (MW < 1kDa) seem to act by stimulation of prostaglandin synthesis
Subject: Lactalbumina
Ulcera gastrica
Protaglandinas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FEA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mezzaroba_LeoniceFatimaHoger_M.pdf1.12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.