Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/255454
Type: TESE
Title: Recuperação de selenio a partir de oxido de ferro resultante de procesamento de pirita
Author: Hemkemeier, Marcelo
Advisor: Alegre, Ranulfo Monte, 1951-
Abstract: Resumo: A extração de selênio a nível mundial se dá basicamente de Iodos anódicos de refinarias de cobre e rei eitos industriais de ácido sulfúrico, já que, na maioria dos casos, selênio não é encontrado em depósitos independentes, mas sim, como impurezas de outros metais e minerais. 0 selênio é encontrado nos lodos de óxido de ferro ria forma elementar (Se0), ou como seleneto (Se-2), sendo que esta última forma reage com o hidrogênio formando compostos voláteis e muito tóxicos. Sua utilização é intensa nas áreas de elétrica, eletrônica, cerâmica, xerografia, alimentos e química. Foi determinada a cinética de extração de selênio, usando como solubilisador o cianeto de potássio. Para tanto variou-se concentração inicial de selênio no óxido de ferro (0,148; 0,113; 0, 056%) , temperatura (25, 40, 60, 80ºC) e tempo de reação (5, 15, 30, 50, 30, 120 min). Foi utilizado um excesso de 1100% de cianeto em relação à quantidade de selênio presente na amostra de óxido de ferro. O lodo de oxido de ferro estudado foi obtido de uma fábrica que processa pirita (FeS2). O método para extrair selênio do óxido de ferro para análise com espectrofotometria de absorção atômica consistiu de uma digestão básica com cianeto de potássio por três horas a 80ºC. Uma digestão com ácido fluorídrico também foi feita, no entanto os resultados não apresentaram boa reprodutibilidade. A extração de selênio aumentou com o tempo e a temperatura, atingindo 99, 32% de extração quando a temperatura foi de 80ºC, tempo de reação de 120 min e concentração iniciai de selênio no óxido de 0,14%; quando se utilizou temperatura de 25ºC à extração caiu para 41,69%, no mesmo tempo de reação. Para as outras duas concentrações iniciais de selênio, a 80ºC e 120 min, a extração chegou a 97,70% (0,113%) e 90,18% (0,056%). Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital

Abstract: Selenium is extracted from anodic sludge¿s of copper purification and from others industrial wastes of sulfuric acid production. It is not encountered in natural deposits, but only like impurity of metals and minerals. In iron oxides the selenium is encountered in elementary form (Se0) or selenide (Se-2). The ion selenide reacts with hydrogen producing substances volatiles and toxics. Its utilization is very intense in electrical, electronic, xerography, foods and chemical areas. To determinate the selenium kinetics extraction it was used potassium cianide. The initial selenium, concentration in iron oxide (0.15, 0.11, 0.056%), temperature (25, 40, 60, 80°C) and reaction time (5, 15, 30, 50, 80, 120 min) was changed. The potassium cianide was utilized in excess of 11001 with respect to selenium present in iron oxide. The iron oxide was obtained in a setting lagoon of one factory which processes goethite (FeS2). Se lenium from goethite was extracted with clan id and potassium hydroxide at 80°C during three hours and analyzed by atomic absorption. When it was used fluoride acid to digest the goethite, the results were not reproducible. The selenium extraction increase with time and temperature and 99.72v- of extraction was obtained when the temperature 'was S0° C during 120 minutes for initial selenium concentration at' 0.1481 in the iron oxide. When the temperature utilized was 25 °C the extraction decreased to 40.80% in the same time. For the others two initial selenium concentration in the iron oxide, 0.1131 and 0.056%, in the same conditions it was extracted 97,6% and respectively. Note: The complete abstract is available with the full electronic document
Subject: Selenio
Selenio na alimentação humana
Óxidos de ferro
Piritas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1994
Appears in Collections:FEA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Hemkemeier_Marcelo_M.pdf2.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.