Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/255451
Type: TESE
Title: Produção, estabilidade e isolamento de bioemulsificante obtido a partir da fermentação de oleo-diesel comercial por Saccharomyces lipolytica
Author: Lima, Alvaro Silva
Advisor: Alegre, Ranulfo Monte, 1951-
Abstract: Resumo: : Uma numerosa quantidade de microrganismos produzem compostos de superfície ativa denominados bioemulsificantes. Apresentam a propriedade de estabilizar emulsões de óleo em água, devido ao abaixamento da tensão interfacial dos líquidos. Estes compostos são basicamente formados por lipídios, proteínas, ácidos graxos e complexos destes elementos. São produzidos por um mecanismo seqüencial de ataque dos microrganismos às gotas de óleo. Neste trabalho estudou-se a produção de bioemulsificante de fermentação de óleo-diesel comercial por Saccharomyces lípolytica CCT 0913. As variáveis que influenciaram a produção do bioemulsificante foram a concentração de NH4CI, a percentagem de óleo-diesel e a temperatura. Os melhores valores para estas variáveis foram que permitiram obter atividade emulsificante na faixa de 0,63 a 0.89 U. A adição de óleo-diesel após 96h de fermentação aumentou a produção de biomassa, chegando a 5,02 g/I em 168h e 26°C, mas não houve aumento de atividade emulsificante. A estabilidade emulsificante foi avaliada em vários pH (2 a 10) e temperaturas (30, 40, 50 e 60°C), com a finalidade de determinar o par ideal para uma dada aplicação. As emulsões de óleos vegetais (óleo de milho, oliva, girasol, soja, canola e dendê) em água apresentaram estabilidade maior que as emulsões de hidrocarbonetos (óleo-diesel, benzeno e querosene) em água, sendo o melhor valor, 650,43 min, encontrado para óleo de oliva em pH 7 e 60°C. Comparando-se a estabilidade emulsificante de alguns tensoativos verificou-se que a fase aquosa da fermentação de óleo-diesel comercial por Saccharomyces lípo/ytica CCT 0913 produzia o menor valor de estabilidade. Concentrando a fase aquosa da fermentação em "rota-vapor", seguindo ou não de diálise e precipitação com clorofórmio-metanol (2: 1 v/v) conseguiu se máxima concentração de 7,34. g/l com 188,84 mg/l de carboidrato, 467,35 mg/l de proteína e 0,55 U de atividade emulsificante quando em solução de 0,75%. Dialisando obteve-se máximo de 0,28 g/l de precipitado

Abstract: A large number of microorganisms produce active surface agents which present good stability of oil-in-water emulsions. This compounds consist of carbohydrates, proteins, fatty acids and mixture of these elements. During the fermentation the bioemulsifier production was influenced by NH4CI concentration, diesel-oil percentage and temperature. The best results of emulsifying activity (0.63 to 0.89 U) were obtained with 2.5 g/l of NH4CI, 3% of diesel-oil and 34°C. Diesel-oil addition after 96hr increases the biomass production yielding up to 5.02 g/l in 168 hr and 26°C but there was not increased in emulsifying activity. The emulsifying stability was studied in pH range between 2 to 10 and temperature between 30 to 60°C with the objective to determine the optimum pair for its specific utilization. Vegetable oil-in-water emulsions yielded the best emulsifying stability. The greatest stabilizing effect was obtained with olive oil at pH 7 and 60°C (650.43 min). Stabilization properties of fermentation aqueous phase of diesel oil by Saccharomyces lipolytica CCT 0913 were compared with several commercial emulsifiers and it showed the smallest stabilities values. The water- soluble bioemulsifier was isolated by solvent extrations (chloroform-methanol 2:1 vol/vol) and the maximum concentration was obtained without dialysis. The bioemulsifier had 188.84 mg/I carbohydrate and 467.35 mg/l proteins in solution with 0,75% (w/vol) of powder which presented activity of 0,55 U
Subject: Saccharomyces
Combustíveis diesel
Hidrocarboneto
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1997
Appears in Collections:FEA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lima_AlvaroSilva_M.pdf4.95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.