Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/255442
Type: TESE
Title: Estudo da produção de pectinases por Penicillium italicum IZ 1584 e Aspergillus niger NRRL 3122 por fermentação semi-solida em bagaço de laranja industrializado
Author: Rizzatto, Marcia Luzia
Advisor: Alegre, Ranulfo Monte, 1951-
Abstract: Resumo: No presente trabalho, estudou-se a produção e produtividade de pectinase por Penicillium italicum IZ 1584 e por Aspergillus niger NRRL 3122 através de fermentação semi-sólida de bagaço de laranja industrialmente processado, em embalagens de polipropileno. Foram feitos ensaios com bagaço de laranja lavado e não lavado. A produção de pectinases com bagaço lavado iniciou-se mais cedo, porém os valores de atividade obtidos com o bagaço não lavado foram maiores para os dois microrganismos, sendo os valores da atividade do P. italicum IZ 1584 (15,1 UIlgMFU) maiores que os do A. niger NRRL 3122 (9,56 UIlgMFU). Em ensaios utilizando bagaço de laranja lavado adicionado de açúcares sacarose, glicose ou frutose, observou-se atividade máxima no meio com sacarose (15,02 UIlgMFU), para o P. italicum IZ 1584, enquanto que os meios com glicose e frutose apresentaram valores próximos de atividade 6,88 UIlgMFU e 6,94 UI/g 1\.1FU, mas menores comparados com o meio com sacarose. O fungo A. niger NRRL 3122 produziu pouca atividade de pectinase nos meios aos quais foram adicionados os açúcares. A atividade máxima foi obtida em meio com glicose (1,98 UI/gMFU), valor próximo do meio com frutose (1,55 UIlgMFU) e o meio com sacarose foi o que apresentou o menor valor de atividade (1,1 UIlgMFU). O fungo P. italicum IZ 1584 mostrou-se mais adequado para a produção de pectinase nos meios de fermentação testados. A produção de pectinase por P. italicum IZ 1584 foi 37% maior que a produção por A. niger NRRL 3122 em bagaço não lavado, 40% em bagaço lavado, 93% em meio com sacarose, 28,8% em meio com glicose e 77,7% em meio com frutose. Em fermentação utilizando misturas de bagaço lavado e não lavado em diferentes proporções, os maiores valores de atividade de pectinase também foram obtidos com o fungo P. italicum IZ 1584. O valor máximo de atividade de pectinase obtido (20,72 UIlgMFU), foi com o meio com 75% de bagaço lavado e 25% de bagaço não lavado, sendo este valor, o maior encontrado neste trabalho

Abstract: The objective of this experimental work was to study the pectinase production and productivity by Penici/lium italicum IZ 1584 and Aspergillus niger NRRL 3122, through solid-state fermentation in a medium containing processed orange bagasse as substrate, in flexible polypropilen packs. The initial experiments studied the medium composed by washed orange bagasse and no washed bagasse as source of carbono The pectinases production with washed bagasse began earlier, however the activity values obtained with no washed bagasse were bigger for the two microorganisms 15.1 UIlgMFU and 9,56 UIlgMFU, respectively, P. italicum IZ 1584 and A. niger NRRL 3122. In the experiments using washed orange bagasse supplemented with sugars (sucrose, glucose or fiutose), a maximum activity was observed in the medium with sucrose (15.02 UIlg MFU) for the P. italicum IZ 1584, while the media with glucose or fiutose presented close values of activity of 6.88 UIlgMFU and 6.94 UIlgMFU, respectively, but they were smaller when compared with the medium with sucrose. The fungus A. niger NRRL 3122 produced small pectinase activity in the media where sugars were added. The maximum activity was obtained in the medium with glucose (1,98 UIlgMFU), with similar value for the medium with fiutose (1.55 UIlgMFU). The medium with sucrose (1.1UI1gMFU), presented the smallest activity value. The fungus P. italicum IZ 1584 showed best pectinase production in the tested fermentation media. The pectinase production by P. italicum IZ 1584 was 370,10 superior to the A. niger NRRL 3122 on no washed bagas se, 40% on washed bagasse, 93% on the medium with sucrose, 28.8% on the medium with glucose and 77% on the medium with frutose. In fermentation using mixtures of washed bagasse and no washed bagasse in different proportions, the biggest values of pectinase activity were also obtained with the fungusP. italicum IZ 1584. The maximum value ofactivity (20.72UI/gMFU) was obtained on a medium with 75% washed bagasse and 25% no washed bagasse. This value was the maximum found in this work
Subject: Pectinase
Aspergillus niger
Laranja
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1999
Appears in Collections:FEA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rizzatto_MarciaLuzia_M.pdf2.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.