Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/254887
Type: TESE
Title: Desterpinação de oleo essencial de laranja por cromatografia preparativa de fluido supercritico
Author: Marques, Daniel Stefanelli
Advisor: Petenate, Maria Angela de Almeida Meireles, 1953-
Meireles, Maria Angela de Almeida, 1953-
Abstract: Resumo: As técnicas de cromatografia preparativa e de extração com o dióxido de carbono pressurizado foram combinadas para estudar o processo de extração de terpenos do óleo essencial de laranja obtido na condensação dos vapores produzidos no primeiro estágio dos evaporadores TASTE ("Thermally Accelerated Short Time Evaporator"). Para o desenvolvimento deste estudo foi montada uma unidade piloto para extração sólido-líquido para operar nas regiões de pressão e temperatura de 1 a 300 kgf/cm2 e O a 90 °C respectivamente. O estudo foi realizado em quatro condições, onde uma condição é definida por uma fase de adsorção e duas fases de extração. Mantendo constante o processo de adsorção em 4,1 grama de óleo por grama de silica gel e a segunda fase de extração em 17°C e 150 kgf/cm2, estudou-se três condições em que as primeiras fases de extração ocorriam na região supercrítica (40°C e 80 kgf/cm2; 40°C e 90 kgf/cm2 e 40°C e 120 kgf/cm2) e uma condição com a primeira fase na região de líquido supercrítico (14 °C e 80 kgf/cm2). Do total de compostos oxigenados presentes no óleo original, 83% foram adsorvidos, e a melhor recuperação em ambas as fases de extração foi de 26,89 % na condição em que a primeira fase de extração ocorria a 40°C e 120 kgf/cm2. Estes valores indicam que do total de compostos oxigenados disponíveis, aproximadamente 61 % permanecem adsorvidos após a condição estudada de menor seletividade. Estes dados demonstram que a aplicação das tecnologias combinadas precisa ser melhorada pela aplicação de modificadores tais como o etanol, ou pelo uso de pressões ou temperaturas mais elevadas, e neste caso, com prejuízos à qualidade e a viabilidade econômica do processo

Abstract: High pressure carbon dioxide extraction and preparative adsorption chromatography technologies have been combined for the deterpenation of orange essence oil obtained from a TASTE (Thermally Accelerated Short Time Evaporator) evaporator essence recovery system. A solid-liquid extraction pilot unit was designed and built to opperate in the absolute pressure and temperature ranges of 1 to 300 kgf/cm2 and 0 to 90°C respectively. Four experimental conditions were studied, where each condition corresponds to one adsorption and two extraction phases. Keeping the mass relationship between the oil and the adsorbent in 4,1 in all adsorption process and the second phase extraction in 17°C & 150 kgf/cm2 as a constant, it was possible to study three first phase extraction in the supercritical fluid region (40°C & 80 kgf/cm2; 40°C & 90 kgf/cm2 and 40°C & 120 kgf/cm2) and one first phase extraction in the supercritical liquid region (14 °C & 80 kgf/cm2). From the total oxigenated compounds available in the orange essence oil, 83% was adsorbed in the silica gel packed bed. The extraction condition where the highest recovery in oxigenated compounds were found in both phases together was the one where the first phase occurred at 40°C & 120 kgf/cm2 with a total recovery of 26.89 %. These data indicate that approximately 61 % of the total oxigenated compounds available in the original orange essence oil still remain in the column after the lowest selectivity condition, which means that the combined technologies should be improved either by the application of a modifier such as ethanol or by increasing the pressure or temperature in the second phase extraction, in this case, at the expenses of a lower product quality and higher operational costs
Subject: Essenciais e óleos essenciais
Laranja
Dioxido de carbono
Adsorção
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1997
Appears in Collections:FEA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Marques_DanielStefanelli_M.pdf8.84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.