Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/254736
Type: TESE
Title: Degradação de hidrocarbonetos aromaticos policiclicos por bacterias
Author: Neves, Eliane Brigida das
Advisor: Durrant, Lúcia Regina, 1957-
Abstract: Resumo: Os hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (HAPs), pertencem a uma classe de poluentes orgânicos que são liberados no meio ambiente em grande quantidade. São fonnados pela fusão de dois ou mais anéis benzênicos. Ocorrem como resultado do uso de combustíveis fósseis; como subprodutos de processamento industrial ou durante o cozimento de alimentos. No meio ambiente, podem ser introduzidos por muitas fontes que incluem: vazamento industrial; descarga acidental durante o transporte; uso e disposição de produtos de petróleo; fogo de florestas e pradarias; entre outros. São compostos hidrofóbicos e sua persistência em ecossistemas ocorre devido a sua baixa solubilidade em água. Associam-se rapidamente aos sedimentos, onde podem persistir até sua degradação, ressuspensão ou bioacumulação. A lipofilicidade, genotoxicidade e persistência ambiental aumentam de acordo com o número de anéis dos HAPs, ou seja, acima de três anéis benzênicos. A possibilidade de degradá-los incluem: volatilização, fotooxidação, oxidação química, bioacumulação, adsorção das partículas pelo solo e degradação microbiana...Observação: O resumo, na integra, podera ser visualizado no texto completo da tese digital

Abstract: Polycyclic aromatic hydrocarbons (PAHs), constitute a class of hazardous organic chemicals consisting of three or more fused benzene rings. PAHs mostley occur as a result of fossil fuel combustion, as by-products of industrial processing, and during the cooking of foods. PAHs enter the environment from a multiplicity of sources which include: accidental discharges during the transport; use and disposal of petroleum products; surface water run-off from forest and prairie fire sites. PAHs are hydrophobic compounds and their persistence within ecosystems is due chiefly to their low water solubility. The rapidly become associated with sediments, where they may become buried and persistent until degraded, bioaccumulated or removed by dreading. The lipophilicity, genotoxicity and environmental persistence increase as the molecular size of PAHs. The possible fates of PAHs in the environment include volatilization, photooxidation, chemical oxidation, bioaccumation, adsorption to soil particles and microbial degradation...Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations
Subject: Bactérias
Hidrocarbonetos policiclicos aromaticos
Biodegradação
Consorcios
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:FEA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Neves_ElianeBrigidadas_D.pdf39.42 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.