Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/254717
Type: TESE
Title: Aflatoxinas em produtos de tomate : avaliação de metodologia analitica e de ocorrencia
Title Alternative: Aflatoxins in tomato products : evaluation of analytical methodology and occurrence
Author: Mariutti, Lilian Regina Barros, 1973-
Advisor: Soares, Lucia Maria Valente, 1947-
Abstract: Resumo: Um recente relato da presença de Aspergillus flavus e Aspergillus parasiticus em polpa de tomate industrializada brasileira motivou preocupações quanto a possível presença de micotoxinas em produtos de tomate nacionais. Aspergillus fIavus e Aspergillus parasiticus são conhecidos produtores de aflatoxinas, uma família de toxinas com propriedades hepatotóxicas, mutagênicas, teratogênicas e carcinogênicas. No presente trabalho foi adaptado e avaliado um método para determinação de aflatoxinas em produtos de tomate por cromatografia de camada delgada com detecção por comparação visual com padrões. Para verificar a possível contaminação de produtos de tomate comercializados com aflatoxinas foram analisadas 63 amostras de produtos de tomate (polpa, extrato, purê, catchup, tomate desidratado e tomate seco conservado em óleo) provenientes de 5 Estados e uma do exterior, compreendendo 29 marcas. A avaliação do método para determinação das aflatoxinas em produtos de tomate resultou em uma recuperação médía de 86%, para as quatro aflatoxinas, em dois níveis de adição. Os limites de detecção para as aflatoxinas B1, B2, G1 e G2 variaram entre 2 e 7 mg/Kg dependendo do tipo de produto. As aflatoxinas não foram detectadas em nenhuma das amostras analisadas

Abstract: A recent report on the presence of Aspergillus flavus and Aspergillus parasiticus in tomato pulp from a Brazilian plant caused concern about the possible presence of mycotoxins in tomato products from local plants. Aspergillus flavus and Aspergillus parasiticus are known producers of aflatoxins, a group of toxins with hepatotoxic, mutagenic, teratogenic, and carcinogenic properties. In the present work a thin layer chromatographic method with visual detection for the determination of aflatoxins in tomato products was adapted and evaluated. In order to verify a possible contamination of tomato products with aflatoxins, 63 samples of tomato products (pulp, paste, purée, catsup, dehydrated tomato and dried tomatoes in oil preserve) from 5 states and one from abroad, totaling 29 brands, were analyzed. The method evaluation showed an average recovery of 86%, for all four aflatoxins, at two levels of addition. The detection limits for the aflatoxins 81, 82, G1 e G2 ranged from 2 and 7 mg/Kg depending on the type of product. Aflatoxins were not detected in any of the samples analyzed.
Subject: Aflatoxina
Tomate
Micotoxinas
Tomate - Produtos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2003
Appears in Collections:FEA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mariutti_LilianReginaBarros_M.pdf1.64 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.