Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/254592
Type: TESE
Title: Catalogação das espécies potencialmente toxigênicas das Aspergillus : ocorrência, taxonomia polifásica, distribuição e preservação
Title Alternative: Cataloging species of Aspergillus toxigenic potential : occurrence, polyphasic taxonomy, distribution and preservation
Author: Lopes, Aline de Souza, 1979
Advisor: Pereira, Jose Luiz, 1949-
Abstract: Resumo: O gênero Aspergillus é um grupo de fungos que possui diversas espécies produtoras de micotoxinas, distribuídas principalmente em três seções denominadas de Nigri, Flavi e Circumdati. Estudos para isolamento destas espécies estão sendo executados para se conhecer a micobiota e atuar na prevenção e redução da contaminação dos alimentos, principalmente por micotoxinas, como também são úteis nas descobertas de novas espécies. A identificação de fungos, como o gênero Aspergillus sp foi, por muito tempo,realizada através de suas características morfológicas, sendo hoje amparadas por técnicas como a Biologia Molecular, fisiologia e detecção de metabólitos específicos produzidos pelos microrganismos. Com este objetivo, este trabalho apresenta o inicio do levantamento de dados relacionado à ocorrência, caracteres morfológicos, fisiológicos,bioquímicos e moleculares, assim como a distribuição geográfica. A partir do isolamento de 10.048 cepas potencialmente toxigênicos de amostras de café, cacau, castanha do Brasil e frutas secas (tâmaras, uvas passas, figos e ameixas), matérias-primas de projetos desenvolvidos no Laboratório de Microbiologia do Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL), 5.069 destes isolados foram preservadas em sílica gel, exigindo a catalogação dos dados. Neste acervo, a section Flavi predominou com o número de 2.507 culturas (32% destas cepas foram produtoras de aflatoxinas), seguida da section Nigri com 2.078 e 463 da section Circumdati que, somando, contribuiram com 11% de fungos produtores de ocratoxina A. Os Aspergillus da section Nigri apareceram em número considerável em todos os substratos, confirmando a sua predominância destes como contaminantes de alimentos. As amostras de castanha do Brasil contribuíram com o maior número de isolados, principalmente pela biodiversidade da floresta e colheita extrativista. Fungos que apresentaram estruturas diferenciadas, representantes de grupos com mesmas características, toxicidade ou espécies novas foram encaminhados para outros tipos de identificação. Duzentos e setenta e seis culturas foram identificadas por análise molecular, 435 pela extração de seus metabólitos e 87 espécies foram classificadas através da identificação polifásica. A distribuição das culturas apresentou representantes do Norte, Nordeste, Sul e Sudeste do Brasil, sendo que o Pará e Amazonas contribuíram com 2.759, como também culturas originárias de amostras de outros países como Irã,Turquia, Tunísia, EUA, México, Espanha e Argentina. A rotina de uma coleção consiste em novos isolamentos, manutenção do acervo e atualização do banco de dados, um trabalho enriquecedor para a ciência e que nunca se encerra

Abstract: The genus Aspergillus is part of a fungi group with several species that produce mycotoxins, mainly distributed in three sections named Nigri, Flavi and Circumdati. Studies to isolate these microorganism types are being made to know the mycobiota and their function in prevention and reduction of food contamination, mainly by mycotoxins and also to discover new species. The Aspergillus fungi identification was for a long time made by morphological characteristics but now it is supported by techniques such as molecular biology, physiology and detection of microorganism metabolites. With the objective this work presents the beginning of data collection related to the occurrence, morphological, physiological, biochemical and molecular, as well as the geographic distribution. From the potentially toxigenic strains isolation of 10,048 samples of coffee, cocoa, Brazil nuts and dried fruit (dates, raisins, figs and prunes) raw materials for projects developed in the Laboratory of Microbiology, Institute of Food Technology (ITAL), 5069 of these isolates were preserved in silica gel, requiring cataloging data. In this collection section Flavi predominates with 2,507 cultures (32% of these strains are aflatoxin producers) followed by section Nigri with 2,078 and 463 of section Circumdati that together, contributes 11% of ochratoxin A fungi producing. The Aspergillus section Nigri showed a considerable number of all substrates, confirming its predominance and resistance as a food contaminant. Brazil nut samples contributed with the largest number of strains due to forest biodiversity and harvest extraction. Fungi that had differentiated structures, group representatives with similar characteristics, toxicity or new species were referred to other types of identification. Two hundred and seventy six isolates were identified by molecular analysis with 435 metabolites, 88 species of Aspergillus showed the two forms, being classified by polyphasic identification. The genus Aspergillus was identified widely from countries such as Iran, Turkey, Tunisia, USA, Mexico, Spain and Argentina. In Brazil there are representatives from the North, Northeast, South and Southeast, and Para and Amazonas states that contributed to 2,759 cultures. The collection routine consists of new insolation, collection maintenance and updating of the database, which is an undending task for the enrichment of science
Subject: Aspergillus
Micotoxinas
Identificação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2012
Appears in Collections:FEA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lopes_AlinedeSouza_M.pdf1.64 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.