Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/254546
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Avaliação do desempenho de latas micro-recravadas para alimentos termoprocessados
Author: Soler, Roger Marcel
Advisor: Faria, José de Assis Fonseca, 1950-
Abstract: Resumo: A tecnologia de micro-recravação consiste numa estrutura similar à da recravação convencional, porém com as dimensões de altura da recravação, profundidade do rebaixo, gancho do corpo, gancho da tampa, e sobreposição, 50% inferiores às recravações conhecidas pelo estado da arte. Essa redução permite que folhas de menor espessura (0,16mm), duplamente reduzidas (ORa) possam ser utilizadas na confeção de tampas e fundos, proporcionando importante economia às embalagens metálicas. Visando avaliar a eficiência, hermeticidade e resistência mecânica da micro-recravação, realizou-se ensaios de avaliação comparativa entre as latas produzidas pelo processo convencional e por micro-recravação. Avaliou-se a eficiência da integridade do fechamento das latas na esterilização, no transporte ( vibração e teste de queda livre), biotestes com Enterobacter aerogenes e com esporos de PA 3679 (Clostridium sporogenes) e os ensaios industriais com extrato de tomate e conserva de ervilha. As metodologias utilizadas encontram-se descritas na literatura, com exceção daquela com esporos de PA 3679 que foi desenvolvida, especificamente, para se avaliar a integridade de embalagens de alimentos submetidas ao processo de esterilização. Não evidenciaram-se diferenças entre as amostras após os ensaios de esterilização e de transporte, os dois tipos de latas permaneceram íntegras, sem que nenhuma ocorrência de vazamento ou estufamento tenha sido observada. Entretanto, como era esperado, as amostras micro-recravadas apresentaram-se mais danificadas que as amostras convencionais, devido a suas menores dimensões. Após a realização do bioteste com Enterobacter aerogenes, e do período de incubação, constatou-se a presença de 2% das amostras micro-recravadas com estufamento. As contaminações somente ocorreram nas amostras com grau de amassamento elevado. O bioteste com esporos de PA 3679, quando aplicado às amostras micro-recravadas com dimensões padrão, não registrou nenhuma ocorrência de estufamento, assim sendo, todas mantiveram-se íntegras após o período de incubação. Entretanto, quando amostras propositadamente defeituosas foram avaliadas, constatou-se a ocorrência de estufamento em 70% delas, confirmando a adequacidade do bioteste e da nova tecnologia de micro-recravação

Abstract: The microseam technology consists of a structure similar to the conventional seam. However, the dimensions of the seam height, countersink, body hook, cover hook and overlap are 50% of the normal specifications used and currently known. The new closure system is possible when using twice reduced materials (0.16mm) for can ends and can bottoms, and was envisioned as a method of optimizing cost savings. In order to evaluate the microseam efficiency in comparison to a conventional double seam, both metal containers were subjected to a two can biotester, one done with Enterobacter aerogenes and the other with P. R. 3679 spores (Clostridium sporogenes) as a method of integrity evaluation for the closure system afier the sterilisation and transport evaluation: vibration test followed by drop test. Ali methodologies used have been published and can be found in the literature, except for the can biotester with P.A. espores which was designed especially for the integrity evaluation of sterilised food packaging. 80th the microseam and conventional seam samples remained sealed afier the sterilisation and transport evaluation, although, as expected, more damage occured to the microseam designo Afier the biotester with Enterobacter aerogenes and incubation, it was observed that 2,0% of the microseam cans evaluated failed the test, having ali the failures occured in samples with high degree of damage. Using the modified can biotester with P.A. spores and the recommended incubation period for standard microseam and conventional seam samples, ali samples passed the test. However, when propositally damaged seam samples were used, 70% of the cans failed. Therefore both the bioteste and the microseam technology were approved
Subject: Embalagens
Esterilização
Testes - Tranporte
Bioteste
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1999
Appears in Collections:FEA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Soler_RogerMarcel_D.pdf4.64 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.