Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/254180
Type: TESE
Title: Desenvolvimento de fermento natural seco para produção de panetone
Title Alternative: Development of fresh sourdough dryed for production of panetone
Author: Bianchini, Michele Carolina
Advisor: El-Dash, Ahmed Athia, 1940-
El-Dash, Ahmed Athia
Abstract: Resumo: Um fermento natural desenvolvido para produção de panetone passou por uma secagem, visando obter um fermento natural em pó. Este trabalho investigou primeiramente os métodos de secagem viáveis para as leveduras e as bactérias lácticas presentes no fermento natural. Os métodos testados foram secagem em spray drier e secagem em estufa com ar forçado. O objetivo foi encontrar uma alternativa para a liofilização que é frequentemente usada em secagem de microorganismos. Após a seleção do método de secagem foram realizados 17 tratamentos referentes a um planejamento experimental 23 com três repetições no ponto central e seis pontos axiais. As variáveis independentes foram: temperatura de secagem (24, 32 e 40ºC), porcentagem de sorbitol (2, 6 e 10%) e porcentagem de sacarose (1, 3 e 5%). As variáveis respostas foram: tempo de secagem, contagem de bactérias lácticas e contagem de leveduras. As melhores condições encontradas foram 24ºC, 2% de sorbitol e 1% de sacarose. Durante as aplicações do fermento seco verificou-se que o antes e o pós da secagem têm uma influência muito grande na performance do fermento. A preparação do fermento para secagem ¿ que inclui a extrusão do fermento em extrusora de macarrão e os métodos de reidratação do fermento seco foram testados e analisados. O melhor crescimento dos microorganismos foi obtido com uma reidratação com 1,5% de leite em pó e 0,23% de nutriente de fermento. Com a reidratação definida, realizou-se os testes para o acerto da receita e do processo de fabricação de panetone com fermento seco. O panetone com fermento seco foi comparado tecnicamento com o panetone feito com fermento natural. Os parâmetros avaliados foram: volume específico, cor da crosta, características da crosta, cor do miolo, estrutura do miolo, umidade do miolo, aroma, gosto, pH e maciez em texturômetro. Na pontuação geral não houve diferença significativa entre o padrão e o teste. Na análise do pH, o panetone com fermento natural seco apresentou diferença significativa em relação ao panetone padrão, porém os valores atingidos os normais para o padrão de panetone. A análise da maciez em texturômetro mostrou uma ligeira superioridade do panetone padrão nos primeiros 30 dias. Na análise com 40 a 80 dias de fabricação os panetones tiveram uma maciez similar. O estudo mostrou que é possível eliminar a etapa de manutenção do fermento natural com a sua secagem e que fermento natural seco obtido é capaz de produzir panetones com bons resultados

Abstract: It has been developed a sourdough to produce panetone and it was dried. This work investigated firstly the practicable drying methods for yeasts and acid lactic bacterias presents in the sourdough. Spray drier and hot air. The object was to find an alternative to the freeze drying method, wich is often used to microorganisms. After the selection of the best method, an experimental design 23 with 17 treatments was planned ¿ with three central points and six axial points. Independent variables were: drying temperature (24, 32 and 40ºC), sorbitol dosage (2, 6 and 10%) and saccharose dosage (1, 3 and 5%). Dependents variables were: drying time, acid lactic bacteria counting and yeast counting. The best conditions were 24ºC, 2% of sorbitol and 1% of saccharose. During the dried sourdough aplications was verified that before and after drying conditions had a big influence in the sourdough performance. The sourdough drying preparation ¿ includes the sourdough extrusion and the sourdough rehidratation methods ¿ were analysed. The best microorganism development was obtained with 1,5% of powder milk and 0,23% of sourdough nutrient. Defined the rehidratation, tests to ajust the recipe and process were done. The panettone done with the dried sourdough was technically compared with the normal panetone with fresh sourdough. The considered parameters were: specific volum, color crust, crust caracteristics, color crumb, crumb struture, crumb moisture, flavour, taste, pH and softness. There was no significante diference at 5% in the total pontuation between standard and test. The tested panettones had significative diference compared with the standard in pH, although the obtained values were normal found in literature. In softness analysis the standard panettone had a little superiority in the first thirty days. In the analysis with 40 to 70 days after production all panettones had a similar softness. The study showed that it is possible to elimate the sourdough maintenance step and to obtain panettones with good results
Subject: Panificação
Fermentação
Secagem
Massas alimenticias
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:FEA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bianchini_MicheleCarolina_M.pdf1.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.