Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/254155
Type: TESE
Title: De como cadeiras se movem : escrevendo meu movimento, movimentando minha escrita, uma experiência a/r/tográfica em dança
Title Alternative: On how chairs move : writing my movement, moving my writing an a/r/tographic experience in dance
Author: Maçaneiro, Scheila Mara, 1963-
Advisor: Strazzacappa Hernandez, Marcia Maria, 1965-
Hernandez, Márcia Maria Strazzacappa
Abstract: Resumo: Foi movendo cadeiras que trabalhei nessa investigação em Dança. Por meio da metodologia de Pesquisa Educacional Baseada em Arte encontrei na prática pedagógica A/r/tografia um entrelugar educacional que proporciona aos artistas/pesquisadores/professores existirem em contigüidade, num híbrido despertar da mestiçagem texto-corpo. Proposta por professores pesquisadores da Universidade da Columbia Britânica em Vancouver, no Canadá, a A/r/tografia é uma linguagem de fronteiras, um terreno fértil para investigações e vivências artísticas que pelo referencial metafórico do rizoma, proposto por Deleuze e Guattari, são entremeadas pela pesquisa e pelo ensino. A necessidade de auto questionamento instiga a/r/tógrafos a uma prática viva de pesquisa, estimulando relacionamentos que se constituem por comunidades de indivíduos compromissados com um modo de ser/estar no mundo. Pela possibilidade de um estado de entrelaçamento teoria-prática de maneira reflexiva, responsiva e relacional, a A/r/tografia provocou-me um lugar próprio dentro da pesquisa que reverberou por meio da proposição de meus modos de organização (renderings) para as práticas de ensino e supervisão de estágios da Licenciatura em Dança da Faculdade de Artes do Paraná (FAP). Um ambiente de redescobertas permeadas por negociações, em que ensinar dança se constitui como conhecimento, quando imbricado por investigações e construções artísticas.

Abstract: It was by moving chairs that I worked on this research in Dance. Through the methodology of Arts-Based Educational Research, I found in the pedagogical practice A/r/tography, an in-between place in education which enables artists/researchers/teachers to exist in contiguity, a hybrid awakening of a text-body métissage. Proposed by Rita Irwin, along with research professors at the University of British Columbia in Vancouver, Canada, A/r/tography is a boundaries language, a fertile ground for research and artistic experiences, which in reference to the rhizome metaphor, proposed by Deleuze and Guattari, are interwoven through research and teaching. The need for self-questioning instigates A/r/tographers a living inquiry practice research, fostering relationships that constitute a community of individuals committed to a way of being/living in the world. Because of the possibility of a state of entanglement theory-practice in such a reflective, responsive and relational manner, A/r/tography offered a proper place within the research that reverberated through the proposition of my modes of organization (renderings) for teaching practices and supervision of internships in the undergraduate program in Dance at the Faculty of Arts of Parana (FAP). A rediscovered environment permeated by negotiations, in which teaching dance constitutes as knowledge when nested for investigations and artistic development.
Subject: Artistas
Pesquisador
Professores
Dança
Educação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Macaneiro_ScheilaMara_D.pdf4.46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.