Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/254146
Type: TESE
Title: Política, educação e sociedade : a atualidade da pedagogia freireana na superação dos estigmas autoritários nas relações escolares no Brasil
Title Alternative: Politics, education and society : today's Freire's pedagogy in overcoming the authoritarian stigma in shcool relations in Brazil
Author: Alberto, Simão, 1965-
Advisor: Nunes, Cesar Apareciddo, 1959-
Abstract: Resumo: A presente pesquisa tem como objetivo discutir as relações entre Política, Educação e Sociedade, sob a perspectiva freireana de ensino, visando à superação dos estigmas autoritários das relações escolares no Brasil atual. A pesquisa é bibliográfica e documental, realizada com base nas referências disponíveis no acervo geral de pesquisa na área da Educação, sobretudo em algumas obras de Paulo Freire e na literatura de outros autores que estudam a temática. Aborda os fundamentos filosóficos e históricos da educação brasileira, contextualizações políticas da conjuntura brasileira (1958-1996), período da atuação efetiva de Paulo Freire nas discussões da educação e as implicações da relação autoritária na escola e no autoritarismo político, econômico e cultural. Justifica-se o resgate histórico da trajetória da educação brasileira, definindo a educação emancipatória, educação bancária e alienação. Descreve analiticamente a biografia de Paulo Freire, com a intenção de compreender o significado de seu pensamento pedagógico na tradição política da educação brasileira. Enuncia e esclarece os conceitos como política, educação, sociedade, desmitificando o estigma da relação autoritária na educação escolar brasileira e seus fundamentos. Parte da questão: Por que somos organicamente autoritários? O pensamento freireano ajudou no entendimento e na análise dos movimentos sociais e dos novos sujeitos emergentes. Apresenta perspectivas e contradições da relação política, educacional e curricular na conjuntura brasileira, com o enfoque nas conquistas sociais e políticas advindas das legítimas e justas reivindicações populares, bem como os inegáveis avanços e limites da educação brasileira recente (1996-2014), uma fase de vida caracterizada pela debilidade física que impossibilitou Paulo Freire de participar intensamente nos debates educacionais e a luta dos diferentes movimentos sociais. Constitui a tipologia da relação pedagógica democrática e participativa, a partir das obras de Paulo Freire e sua contribuição diante da relação autoritária na escola e sociedade

Abstract: This research aims to discuss the relationship among Policy, Education and Society in the education of Freire's perspective, in order to overcome the authoritarian stigmas school relations in the actual Brazil. The research is literature and documents held on the basis of references available in the general library of Education, especially in the works of Paulo Freire and literature of other authors who deal with the subject. Discusses the philosophical and historical foundations of Brazilian education, political contextualization of the Brazilian situation (1958-1996), period of effective action of Paulo Freire in educational discussions and the implications of the authoritarian relationship in school and the political, economic and cultural authoritarianism. Justifies the historical rescue of the trajectory of Brazilian education setting the emancipatory education, banking education and alienation. Describes analytically Paulo Freire's biography, aiming understand his pedagogical thinking in the political tradition of Brazilian education. Lists and clarifies concepts such as politics, education, society, demystifying the stigma of authoritarian relationship in Brazilian school and its grounds. Part of the question: Why we are organically authoritarian? The Freire's thought helped in the analysis and understanding of social movements and the new emerging subjects. Intend to present the perspectives and contradictions of political relations, educational and historical in the Brazilian context, focused in the social and political achievements resulting legitimate and fair popular demands, and also the undeniable progress and limits of recent Brazilian education (1996-2014), a phase of life marked by physical weakness precluding Paulo Freire to participate actively in educational debates and the struggle of different social movements. It constitutes the type of democratic and participatory pedagogical relationship, from the works of Paulo Freire and his contribution facing the authoritarian relationship in school and society
Subject: Educação
Praxis (Filosofia)
Emancipação
Democracia
Cidadania
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Alberto_Simao_D.pdf1.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.