Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/254138
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Por uma clínica poética : experimentações em risco nas imagens em performance
Title Alternative: For a poetic clinic : experimentations at risk on the images in performances
Author: Bom-Tempo, Juliana Soares, 1981-
Advisor: Amorim, Antonio Carlos Rodrigues de, 1968-
Abstract: Resumo: A composição proposta se dá entre imagens, performances, clínicas, educação e filosofias. Para esse empreendimento parte-se em direção ao que não se sabe de antemão, portando uma pergunta como bússola: "seria na criação, produção e execução de imagens em performance um 'quando' para o acontecimento de uma clínica poética?" Diante dessa questão, têm-se, para pensar um 'quando' do acontecimento de uma clínica poética, imagens em performances criadas, produzidas e executadas em parcerias com a autora desse texto. Frente a essa composição, construíram-se quatro elementos-indicadores para encontrar coordenadas espaço-temporais que localizariam esse "quando", quais sejam: as zonas de riscos; as mobilizações dos signos; o figurar a carne e uma educação dos afetos. Operou-se junto às imagens em performances de Crútero; Carne; Cariogamia e o risco do aborto; Clara; Ovo-boca; Ilhas, linhas, palavras... germens; Egg-Mouth-Debris, tomadas como casos práticos, ao engendrarem zonas de riscos para agenciar individuações, que nunca se efetivam por completo, sempre portando algo de pré-individual e individuando também um meio; ao mobilizarem os signos territorializados pelo ordinário, fazendo-os variar a língua e as palavras de ordem ditadas pelo cotidiano em outras composições de sentido, outras maquinações; ao gerarem um figurar da carne, desorganizando os corpos, isolando-os na produção de um terreno de força que faz o corpo vazar e desfazer as funcionalidades dos órgãos; e, por fim, ao produzirem uma educação dos afetos, colocando as percepções em devires e desacoplando os visíveis e os dizíveis na produção de pequenos desertos que convocam a criação de um povo ainda por vir. As imagens em performances apresentadas, desse modo, foram se movimentando em busca pelas potências de produzir um "quando" espaço-temporal colocando em zonas de riscos os territórios, mobilizando os signos que formatam os cotidianos, abrindo os corpos a uma desorganização e a produção de uma educação dos afetos para o acontecimento de uma clínica poética

Abstract: The proposed composition occurs between images, performances, clinics, education and philosophies. For this enterprise we depart for what is not known beforehand, so with a question as a compass: "would it be in the creation, production and implementation of images in a performance a "when" for the event of a poetic clinic?" In light of this, there are, in order to think a ' when ' of the event of a poetic clinic, images in performances created, produced and executed in partnerships with the author of this text. Faced with this composition, we built four indicators to find spatio-temporal coordinates that would spot that "when", namely: risk zones; the mobilizations of the signs; the figuring of the flesh and an education of the affections. We dealt with the images in Crútero performances; Flesh; Karyogamy and the risk of abortion; Egg white; Egg-mouth; Islands, threads, words ... germs; Egg-Mouth-Debris, taken as case studies, by engendering risks areas to promote individuations, which never actualize thoroughly, thus always something of pre-individual and also individuating a environment; by mobilizing the signs territorialized by the ordinary, causing them to vary the language and the words of order dictated by the everyday in other compositions of sense, other machinations; by generating a figure of flesh, disarranging the bodies, isolating them in the production of a ground force that causes the body to leak out and undo the functionalities of the organs; and, finally, by producing an education of affections, by placing the perceptions in becoming and disconnecting the visible and the utterable in the production of small deserts that call for the creation of a people yet to come. The images in performances presented, thereby, were moving in search for the power of producing a spatio-temporal "when" putting the territories in risk areas, mobilizing the signs that format the day-to-day, opening the bodies to a disorganization and the production of an education of affections for the event of a poetic clinic
Subject: Imagens
Performance (Arte)
Poética
Experimentação
Educação
Editor: [s.n.]
Citation: BOM-TEMPO, Juliana Soares. Por uma clínica poética: experimentações em risco nas imagens em performance. 2015. 209 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/254138>. Acesso em: 27 ago. 2018.
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bom-Tempo_JulianaSoares_D.pdf3.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.