Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/254010
Type: TESE
Title: Indisciplina e transgressão na escola
Title Alternative: Indiscipline and transgression at school
Author: Jesus, Francis Roberta de
Advisor: Miguel, Antonio, 1953-
Abstract: Resumo: Pelo título "Indisciplina e transgressão na escola" buscamos realizar um percurso de prática transgressiva indisciplinar de constituição de cenas narrativas ocorridas numa organização escolar da região metropolitana de Campinas, no Município de Vinhedo, interior do Estado de São Paulo, por/com crianças de uma turma de quarto ano/terceira série do Ensino Fundamental I, durante o ano letivo de 2010. O citado percurso foi constituído principalmente por rodas de problematizações como caminho investigativo orientado tanto heterônoma - pelas provocações e questionamentos da professora regular -, quanto autonomamente, por parte das crianças, enquanto modos de aprendizagens e formas outras de ver e de possibilidades de praticar e desempenhar educação escolar significativamente. As investigações foram impulsionadas pelo interesse de grande parte da turma em práticas de localização, orientação e deslocamentos espaciais, motivadas por práticas socioculturais em que suas famílias se encontravam inseridas, donde vimos possíveis relações com os estudos de geometria proposto para o ano/série e praticamos a disseminação dessa partida em direção ao decurso de atividades humanas e organizações sociais diversas, bem como conhecimentos necessários para engajamento efetivo nas mesmas. Assim, inspirados em produções filosóficas pós-estruturalistas e pós-modernas, a exemplo de Ludwig Wittgenstein e Jacques Derrida, defendemos e praticamos jogos de linguagem indisciplinares em que se deram práticas de ensinos e aprendizagens situados dentro da escola, orientados por problematizações das práticas socioculturais eleitas para estudo, bem como a promoção de inversões, deslocamentos, terapêuticas e desconstruções dos termos comumente privilegiados nas práticas escolares disciplinares. Ao findar do percurso trilhado, as crianças se mostraram capazes de inserções e construções de espaços de problematizações, promoção de discussões, argumentações, compreensões diferentes formas de vida, engajamento em práticas socioculturais diversas - inclusive de avaliações escolares oficiais do Estado, do Município e da Federação -, deslocamentos de sentidos, práticas de leituras em diferentes contextos de atividades, bem como realizar efetivamente cálculos, resolver problemas, execução de pesquisas, o que expressou a dispensabilidade de organização disciplinar do conhecimento escolar e possibilidades de releitura da função social atual da escola. Percurso esse que denominamos enquanto transgressão

Abstract: By the title "Indiscipline and transgression in school", we seek to conduct a path through the indisciplinary transgressive practice of constitution of narrative scenes occurring in a school organization in the metropolitan region of Campinas, in Vinhedo city, in the countryside of the State of São Paulo by/with children in current fourth grade of elementary school during the 2010 school year. The path was primarily composed of problematizations as investigative path that was oriented both in a heteronomous ¿ by teasing and questioning the regular teacher ¿ and in an autonomous way, from the children as methods of learning, other ways of seeing and opportunities to significantly practice and play school education. The investigations were driven by the interest of most of the class into practice location, orientation and spatial movements, motivated by socio-cultural practices in which their families were included in, where we saw possible relations with the geometry of studies proposed for the year/grade and we practiced the spread of the start towards the course of human activities and various social organizations, as well as knowledge needed to effective engagement in them. So, inspired by poststructuralist and postmodern philosophical productions, like Ludwig Wittgenstein and Jacques Derrida, we defend and practice indisciplinary language games that gave teachings and practices of situated learning within the school, guided by problematizations of cultural practices elected to study, and the promotion of investments, displacements, therapeutic and deconstructions of terms commonly privileged in disciplinary practices of the school. At the end of the beaten path, children proved that they were able to insert and construct problematizations spaces, discussions promotion, arguments, understanding of different ways of life, engagement in various cultural practices ¿ including state official school reviews, Town and Federation ¿, senses shifts, reading practices in different contexts activities and effectively to perform calculations, solve problems, research implementation, which expressed the dispensability of the disciplinary organization of school knowledge and replay possibilities of current school social function. Such path we call transgression
Subject: Educação matemática
Disciplina escolar
Ensino fundamental
Terapêutica
Desconstrução
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Jesus_FrancisRobertade_D.pdf13.62 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.