Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/254005
Type: TESE
Title: Análise da identidade e da alteridade no sistema educacional haitiano
Title Alternative: Analyse de l'identité et de l'alterité dans le système éducationnel haitien
Author: Charles, Vagner, 1982-
Advisor: Sampaio, Helena Maria Sant'Ana, 1961-
Andery, Helena Maria Sant'Ana Sampaio, 1961-
Abstract: Resumo: O presente trabalho tem como objetivo analisar a construção da identidade e da alteridade no Sistema Educacional Haitiano. Apresenta as contribuições e limites da educação no processo de construção da identidade e da alteridade. Analisar como a questão da identidade está colocada no Haiti, especialmente na escola. No entanto, este trabalho não se destina a destacar os confrontos e lutas de poder dentro do sistema econômico e político, mas os fatos de mentalidade, as práticas cotidianas. Pois a questão da identidade, a questão do outro, a questão da cor ... é eminentemente um problema no privado e no público, no âmbito das instituições e no seio da família, nos bancos e na escola, no corpo, no imaginário e nos recessos mais secretos do inconsciente. Para perceber isso, o conceito de identidade / alteridade, com todo o seu potencial de ocultação-designação das contradições sociais, apareceu-me mais proveitoso do que a cultura colorista "global e partilhada", que ignora não só as mudanças e reproduções possíveis de acordo com as classes e grupos sociais, mas sobretudo a interação dinâmica entre eles. Hoje, o contexto político mudou, no entanto, a questão da identidade fica como uma questão social crucial. Não perdeu nada de suas raízes sociais e ainda funciona como mecanismos de ideias de diferenciação e de justificação das condutas, alimentando juízos de valor e práticas excludentes. A linguagem permanece também ainda largamente impregnada disso. Conclui-se que, embora a escola tenha contribuído para a construção da identidade no Haiti, mais a contribuição ainda é pequena, limitada e, em alguns casos inexistente

Abstract: This study aims to analyze the construction of identity and alterity in the educational system Haitian. Features contributions and education limits in the construction process of identity and otherness. Analysis of the role played by the question of identity in Haitian society, especially at school. However, this work is not intended to highlight the clashes and power struggles within the economic and political system, but the mentality of facts, the daily practices. Because the question of identity, the question of the other, the color question ... is essentially a problem in the private and public, within the institutions and within the family, in banks and in school, in the body, the imaginary and in the most secret recesses of the unconscious. To realize this, the concept of identity / alterity, with all its potential blind-designation of social contradictions, appeared to me more fruitful than the colorist culture "global and shared," which ignores not only the changes and possible Reproductions according to the classes and social groups, but especially its dynamic interaction. Today, the political context has changed; however, the question of identity is as a crucial social issue. Has lost none of its social roots and still works as differential systems of ideas and justification of pipelines, feeding value judgments and unequal practices. The language also remains still largely imbued it. We conclude that, although the school has contributed to the construction of identity in Haiti, but the contribution is still small, limited, and some cases inexistent
Subject: Sistema Educacional
Identidade
Alteridade
Educação - Haiti
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Charles_Vagner_M.pdf1.84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.