Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/253984
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Práticas pedagógicas de educação ambiental em áreas protegidas : um estudo a partir de dissertações e teses (1981-2009)
Title Alternative: Pedagogical pratices of environmental education in protected areas
Author: Dias, Carolina Mandarini, 1983-
Advisor: Megid Neto, Jorge, 1958-
Neto, Jorge Megid
Abstract: Resumo: A partir dos anos 1980 surgiram as primeiras pesquisas acadêmicas no campo da Educação Ambiental (EA) no Brasil, produção que vem crescendo consideravelmente nos últimos anos. No conjunto desses estudos, encontramos trabalhos que buscaram descrever e/ou promover práticas pedagógicas de EA em Áreas Protegidas. Considerando-se esse contexto, realizamos uma pesquisa de revisão bibliográfica do tipo Estado da Arte por meio da análise das dissertações e teses produzidas entre 1981 e 2009 que trataram de Práticas Pedagógicas de EA em Áreas Protegidas. Este estudo integra o projeto interinstitucional "A Educação Ambiental no Brasil: Análise da Produção Acadêmica (Dissertações e Teses) - Projeto EArte", desenvolvido por grupos de pesquisa da Unesp, Unicamp e USP. Buscamos investigar as seguintes questões: quais tendências de Educação Ambiental norteiam as práticas pedagógicas descritas nas teses e dissertações brasileiras sobre Educação Ambiental desenvolvidas em Áreas Protegidas?; quais as características pedagógicas dessas práticas? O corpus documental foi identificado a partir do Banco de Dados do Projeto EArte, este por sua vez obtido a partir do Banco de Teses da Capes. De um total de 2.151 dissertações e teses, identificamos 89 que trataram especificamente de Práticas de Educação Ambiental em Áreas Protegidas. Os trabalhos foram analisados segundo descritores gerais (orientador; titulação acadêmica; ano de defesa; instituição; estado e região geográfica; área de pós-graduação etc.) e descritores específicos (tipo de pesquisa; tendência de EA - conservadora, pragmática e crítica; referencial teórico; temas e conteúdos abordados; métodos e técnicas de ensino; materiais e recursos didáticos; público envolvido; avaliação). Como principais resultados destacamos: 1- a concentração da produção acadêmica na Região Sudeste; 2- os anos 2000 como a década na qual houve maior produção acadêmica sobre tal temática; 3- a grande maioria das pesquisas em nível de Mestrado e produzidas em Instituições de Ensino Superior Federais; 4- a existência de um grande número de trabalhos que apresentaram práticas pedagógicas norteadas por características Conservadoras de Educação Ambiental, havendo uma menor parte baseada na macrotendência Crítica de EA e; 5- a maioria das práticas pedagógicas analisadas na produção acadêmica serem constituídas de trabalhos de campo e/ou exposições orais e dialogadas, que utilizaram materiais impressos e trilhas interpretativas, abordaram questões referentes aos aspectos biológicos e geológicos bem como os referentes à conservação e manejo, tiveram como principal público envolvido estudantes e moradores de Áreas Protegidas e de seu entorno e avaliaram as atividades desenvolvidas por meio da aplicação de questionários. Destacamos a necessidade de continuidade de estudos do tipo Estado da Arte para identificar, entre outros aspectos, a influência de políticas públicas recentes de Educação Ambiental em Áreas Protegidas nas pesquisas acadêmicas da área, bem como a expectativa de que sejam ampliadas as práticas numa perspectiva crítico-emancipatória de Educação Ambiental

Abstract: In the 1980s, the first academic research of Environmental Education (EE) field in Brazil was became, production has grown considerably in recent years. In these studies, we find works that sought to describe and / or promote pedagogical practices of EE in Protected Areas. Considering this context, we conducted a literature review of research at the State of the Art kind through the analysis of theses and dissertations produced between 1981 and 2009 who tried to EE Pedagogical Practices in Protected Areas. This study is part of the inter-institutional project "Environmental Education in Brazil: Analysis of Academic Production (dissertations and theses) - EArte Project" developed by research groups from Unesp, Unicamp and USP. We seek to investigate the following questions: What trends Environmental Education guide the pedagogical practices described in Brazilian theses and dissertations about Environmental Education developed in protected areas?; Which pedagogical features of these practices? The documentary corpus was identify from the Bank of EArte design data, this in turn obtained from the Theses Bank of Capes. A total of 2,151 dissertations and theses, we identified 89 that dealt specifically Practices for Environmental Education in Protected Areas. The works were analyzed according to general descriptors (advisor, academic titles, year of defense, institution, state and geographic region; postgraduate area etc.) and specific descriptors (EE trend - conservative, pragmatic and critical; theoretical framework; Topics and content; teaching methods and techniques, teaching materials and resources; public involved, evaluation). The main results include: 1- concentration of academic production in the Southeast; 2- the 2000s as the decade in which there was more academic research on this subject; 3- the vast majority of Master's level research and produced in the Federal Higher Education Institutions; 4- the existence of a large number of works that had pedagogical practices guided by Conservative characteristics of Environmental Education, with a minor part based on the macro trend EE and Critical; 5- most pedagogical practices discussed in academic literature are made of field work and / or oral and dialogued exhibitions, which used printed materials and interpretive trails, addressed issues relating to biological and geological as well as those related to conservation and management, had primary audience engaged students and residents of protected areas and their surroundings and assessed the activities developed through the use of questionnaires. We emphasize the need for continuing State of the Art kind of studies to identify, among other things, the influence of recent public policies for Environmental Education in Protected Areas in academic research in the area, as well as the expectation that the practices were expand in a critical perspective of Environmental Education
Subject: Áreas protegidas
Educação ambiental
Estado da arte
Prática pedagógica
Conservação ambiental
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Dias_CarolinaMandarini_D.pdf1.92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.