Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/253880
Type: TESE
Title: A pratica educativa e a concepçã de desenvolvimento psicologico de alunos com deficiencia mental
Author: Ferreira, Maria cecilia Carareto
Advisor: Smolka, Ana Luiza Bustamante, 1948-
Abstract: Resumo: O trabalho problematiza o distanciamento com que a educação de pessoas com deficiência mental tem sido realizada em relação à necessidade de inserção e participação efetiva destas pessoas nas práticas sociais. O estudo teve como base empírica um conjunto de dados que foram construídos considerando as ações realizadas pelos alunos, e os motivos identificados pelos educadores proponentes destas ações, em uma escola especial. O material empírico foi analisado numa perspectiva sócio-cultural em psicologia, e mais especificamente, a partir da proposta teórica de Leontiev, que toma a atividade como unidade de análise. A discussão evidenciou que a prática educacional é fragmentada, artificializada,' enfatiza o treino das funções elementares, restringe as possibilidades de apropriação de formas culturais maduras de atividade humana, e está ancorada em concepções de desenvolvimento que o reduz a uma somatória de aprendizagens. Contraditoriamente, ainda, percebe-se uma visão inatista de desenvolvimento na medida em que as ações desenvolvidas são entendidas sempre em seu caráter propedêutico. Como conclusão, as análises e discussões levaram à formulação de várias questões sobre a prática educativa e também a uma breve problematização da atividade como unidade de análise

Abstract: This investigation proposed to observe the distance between culturally mature forms of human activity and special education for mentally retarded persons. Data for the study was constructed empirically considering actions performed by students in a special school and the motives which led technical personnel, teachers and mothers of the mentally retarded pupils to solicite the actions. The empirical data was analysed in a psychological socio-cultural perspective oriented by Leontiev's activity theory. The analysis revealed fragmentary and artificial educational practices which emphasize the training of elementary psychological functions while restricting the appropriation of culturally mature forms of human activity and reduzing the conception of development to a somatory of learned skills. Paradoxically, the fact that actions tend to be understood in their propaedeutic character reveals an inatist view of development. In theoretical and methodological terms, the analyses and discussions also led to questioning activity as a unit of analysis
Subject: Deficientes mentais - Educação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1994
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ferreira_MariaceciliaCarareto_D.pdf6.76 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.