Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/253779
Type: TESE
Title: Escola e trabalho : aspectos pedagogicos da relação hegemonica em Gramsci
Author: Jesus, Antonio Tavares de
Advisor: Nosella, Paolo, 1942-
Abstract: Resumo: Para Gramsci, a práxis revolucionária inclui, de maneira orgânica, o elemento cultural, o conhecimento, a escola como instrumentos de incorporação do homem individual ao homem coletivo. Meridioonalistas por nascimento procurou compreender os problemas do Mezzogiorno, sendo original à medida que acrescentou a sua vivência, mesclada de influencias sociais, religiosas e pedagógicas, as posteriores influencias político ideológicas provenientes das lutas operarias e da militância política. Tais elementos lhe proporcionaram uma visão dos problemas a nível nacional e internacional, impulsionando-o na busca dos instrumentos necessários para preparar a revolução operária-camponesa. A Escola considerada desde o inicio da tradição marxista, como principal instrumento de cultura, foi retomada por Gramsci como um dos principais instrumentos para o desenvolvimento de uma cultura socialista. Para o seu projeto de transformar a necessidade em liberdade, a escola burguesa é uma instituição a ser destruída, pois os interesses da classe proletária exigem uma nova cultura, uma nova escola. Somente a escola que tivesse como princípio o trabalho produtivo poderia satisfazer os interesses do socialismo. A escola única do trabalho que instruiria e educaria desinteressadamente o homem novo foi tema da reflexão teórica de Gramsci tanto em liberdade, como na prisão no caderno 12, ele manifestou, de modo particular, seu interesse pela educação, ou seja, pela formação do homem socialista, voltando sempre ao tema em outros Cadernos e Cartas. Porque a histórica, a escola pensada por Gramsci deveria acompanhar o desenvolvimento da sociedade, adaptando-se a cada estágio histórico. Como o trabalho, no tempo de Gramsci, chegara ao nível de desenvolvimento caracterizado no americanismo , ele defendia que o principio educativo da escola única era o trabalho industrial moderno, configurado na fábrica moderna. A escola de L¿Ordine Nuovo, a Escola de Partido, a Escola por Correspondência, são marcas da atividade prática e da militância política de Gramsci, enquanto nos permitem conhecer o significado de escola para ele. O socialismo visa superar através da escola única do trabalho industrial, as relações dicotômicas entre o trabalho intelectual e o trabalho manual, integrando todos os homens unilateralmente.. No socialismo, todos deveriam ser intelectuais, livres pela cultura, sem deixarem de ser trabalhadores ligados ao trabalho por uma necessidade histórica. Portando, a liberdade é o objetivo ultimo da escola de Gramsci
Subject: Gramsci, Antonio, 1891-1937
Escolas
Trabalho
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1993
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Jesus_AntonioTavaresde_D.pdf8.57 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.