Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/253768
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: O destino incerto da educação entre os assentados rurais do Estado de São Paulo
Author: Andrade, Marcia Regina de Oliveira
Advisor: Demartini, Zeila de Brito Fabri, 1946-
Abstract: Resumo: O presente estudo teve como objetivo avaliar no contexto de assentamentos rurais, a relação existente entre o trabalhador rural e o processo educacional, buscando apreender, a partir da situação concreta de vida, como o trabalhador assentado percebe, analisa e vivencia a educação escolarizada para a sua população. A investigação foi realizada em três assentamentos rurais do Estado de São Paulo, com características diversas, permitindo observar alguns aspectos novos no tocante a relação do trabalhador da terra e a educação, ao longo da história. Para tal análise, optou-se pela coleta histórias de vida dos trabalhadores assentados, complementaridade com outras fontes, buscando reconstituir a luta pela educação e a, sua vivência do processo educacional. O estudo permitiu constatar a diversidade de situações vividas pelos trabalhadores com relação ao processo educacional: enquanto uns encontram-se avançados na discussão sobre a formação das crianças assentadas, outros ainda lutam por uma escola para seus filhos. Mas todos enfrentam dificuldades com relação à educação escolar. Notou-se também a diversidade de visões dentro de um mesmo grupo, expressa na opinião das lideranças e dos demais trabalhadores bem como entre os diferentes assentamentos, refletidos também na questão educacional. Os trabalhadores assentados, enquanto um grupo organizado no movimento de luta pela terra, vivem momentos de incertezas quanto ao seu próprio destino, imprimindo-as na ambivalência de suas vivências e de seus projetos. Tais dificuldades levam a configurar, neste momento, o destino incerto da educação no contexto de assentamentos rurais do Estado de São Paulo

Abstract: The aim of this study was to evaluate the relationship between rural worker and educational process in the context of agrarian reform nucleus, trying to conceive how he perceives, analyses and feels school education to his population. The research took place in three agrarian reform nucleuses in the State of São Paulo, with several characteristics, which allowed observing some new aspects through the history, concerning relationship between soil worker and education. In order to perform such analyses, the collect of workers histories of life and other sources were chosen. The aim was to reconstitute the--conflicts-concerning education and their experience of educational process This study confirmed the variety of situations lived by workers in relation to educational process: while some of them are beyond in what concerns education to their children; others still compete for a school. Nevertheless, alI of them face difficulties with relation to school education. The variety of points of view inside a single group was observed and expressed in the opinion of the leaders and other workers as well as between different agrarian reform nucleus, also reflected in educational subject. Rural workers, considered as an organized group in the movement of conflict by the soil, live instants of hesitation with relation to their own destiny, reflected in the ambivalence of their existence and project. Such difficulties present, in this moment, the uncertain destiny of education in the context of agrarian reform nucleus in the State of São Paulo
Subject: Trabalhadores rurais - Educação
Movimentos sociais rurais - São Paulo (Estado)
Posse da terra - São Paulo (Estado)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1993
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Andrade_MarciaReginadeOliveira_M.pdf18.65 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.