Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/253578
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: A AIDS e a constituição do feminismo
Author: Camargo, Maria da Graça Barsanti
Advisor: Camargo, Ana Maria Faccioli de, 1944-
Abstract: Resumo: Estudos epidemiológicos têm revelado um aumento considerável da disseminação do HIV entre mulheres com parceiro estável. A pesquisa desenvolvida na dissertação ¿A AIDS e a Constituição do Feminino¿ pretendeu refletir e analisar sobre o imaginário dessa mulher, dividida entre os paradoxos de forças da vida moderna e a percepção de risco de adquirir o HIV em seu relacionamento amoroso. Para desenvolver o trabalho escolhi a técnica da história oral, entrevistando mulheres com parceiro fixo, sem sintomas do HIV que freqüentavam um ambulatório em São Paulo. Para a análise das entrevistas apoiei-me no referencial teórico de Foucault, em outros autores pós-estruturalistas, na apreciação de filmes e em textos literários. Pesquisar a relação amorosa das entrevistadas com parceiro fixo foi também investigar a questão do amor, com seus emblemas vinculados aos padrões do amor romantizado, apesar das transformações voláteis capturadas pela vida moderna. No relacionamento amoroso parece não existir espaço para desconfianças sobre a fidelidade dos parceiros. Apesar dos pactos do casal serem fluidos e passíveis de mudanças a mulher procura dar um significado ao seu território amoroso acreditando e confiando na fidelidade do parceiro e isto, parece ocorrer, porque a confiança e a crença na fidelidade do companheiro são para estas mulheres ¿regimes de verdade¿. Esta análise pode não só ajudar a entender o aumento de casos de AIDS na população feminina, como também contribuir para levantar alternativas e possibilidades na prevenção do HIV entre parceiros estáveis

Abstract: Epidemiological studies demonstrate a considerable increase of HIV among women in solid relationships. This paper ¿AIDS and the feminine constitution¿ contemplates the woman imaginary, divided by the power of modern life paradoxes and awareness of risk of contamination by the HIV in solid relationships. I chose the oral history technique to develop this work, I interviewed women in steady relationships, without HIV symptoms witch frequented an outpatient clinic in Sao Paulo. I have based the analysis of the interviews in Foucault¿s theoryc works, in other Post-structuralists authors, in movies appreciations and in the literary texts. Research the love relationship of the interviewed woman with fixed partner was also researched the love question, with its emblems associated to the patterns of romantic love, besides the volatile transformations captured by modern life. It seems that does not have space for unconfidence about the partners fidelity in the love relationship. Besides the fluidity and possibility of changes in the couple pact, woman looks for significance in her love territory, believing on partner¿s fidelity, and this seems to happen because the confidence and belief on partner¿s fidelity are for those women ¿regimen of truth¿. This analysis can not only help the understanding of the increase incidences of AIDS on feminine population but also contribute for alternatives and possibilities of HIV prevention between stable partners
Subject: HIV (Vírus)
AIDS (Doença)
Fidelidade

Confiança
Feminismo
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CAMARGO, Maria da Graça Barsanti. A AIDS e a constituição do feminismo. 2004. 115p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/253578>. Acesso em: 4 ago. 2018.
Date Issue: 2004
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Camargo_MariadaGracaBarsanti_M.pdf323.64 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.