Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/253395
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Mulheres e Aids : refletindo sobre o risco
Author: Borges, Nina Rosa do Amaral Costa
Advisor: Camargo, Ana Maria Faccioli de, 1944-
Abstract: Resumo: Estudos na área de saúde apontam o aumento da epidemia de Aids na população feminina. Frente a esta situação, o governo brasileiro estabeleceu normas e estratégias de prevenção, sendo as mulheres pauperizadas alvo das ações de educação e saúde. A dificuldade de trabalhar a prevenção ao HIV/Aids no nosso contexto histórico-cultural de relações de gênero e poder, configurou a questão deste projeto de pesquisa: o que leva mulheres, infectadas ou não, a não se cuidarem frente à Aids' " Do ponto de vista das mulheres, o que dificulta a sua prevenção à infecção seja ela primária ou secundária" O presente estudo foi realizado através de uma pesquisa qualitativa, utilizando a técnica da história oral. Foram entrevistadas 19 mulheres, sendo 9 soropositivas e 10 mulheres que não sabiam sua sorologia para o HIV, julgando-se não soropositivas. A analise dos discursos das mulheres entrevistadas, organizou a discussão do trabalho em torno de quatro temáticas: þ informações sobre DST e Aids, em que refletimos sobre as informações que as mulheres tinham e têm sobre o assunto, como também sobre o papel da informacão no contexto de prevenção, atentando para um pressuposto de racionalidade embutido nas ações preventivas; þ o imaginário sobre a Aids e a percepção de risco, onde discutimos as representações evocadas pelas mulheres quando discursavam sobre a Aids e a estratégia de aumento de consciência de risco, promovida pelas ações de saúde, refletindo sobre os seus limites; þ a negociação sexual e os impasses para prevenção, tendo em vista tanto a prevenção primária (antes da infecção) como a secundária (reinfecções), onde refletimos sobre o uso do condom, as concepções associadas a ele e a questão da negociação sexual como estratégia de prevenção; þ diferenças de gêneros e a Aids, quando abordamos algumas relações, indicadas pelas mulheres, entre a Aids e os gêneros, que apontam a construção de uma imagem de mulher "forte", que resistiria a Aids

Abstract: Recent epidemiological studies have pointed out a growing incidence of Aids among women. To deal with this situation, the Brazilian government has established a set of guidelines and strategies of HIV prevention, addressing education and health programs specially to poorer women. The difficulty of making HIV/Aids prevention in the historical and cultural context of gender and power relations became the core issue of this research project: What leads women, whether infected or not, not to take preventive measures " From the women¿s perspective, what is it that the inhibits the prevention, whether primary or secondary' This paper is based on qualitative research employing the oral history technique. A group of 19 women were interviewed: 9 of which were HIV positive, while the others, despite not knowing their serological status, assumed themselves to be HIV negative. he analysis of the content of the interviews divided our discussion work into four major topics: þ STD and Aids related information -- regarding the information women had and have about the topic, as well as the role of this information in the context of prevention, considering a pre-supposed rationality when preventive measures were discussed; þ the imaginarg on Aids and risk awareness -- within this topic, representations evoked by women when speaking about Aids, and strategies of increasing risk awareness sponsored by health actions were discussed. Limitations of these actions were also considered; þ the sexual practice negotiation and deadlocks over prevention -- here both primary prevention (before infection) and secondary prevention (re-infections) were considered. Condom use, women¿s concepts related to this method of prevention, and the issue of sexual negotiation as a strategy of prevention were also reflected upon; þ gender differences and Aids -- herein some relations between Aids and gender, as seen by women, were approached, bringing up their belief in an image of a 'strong'-HIU resistant woman
Subject: Sexo (Psicologia)
AIDS (Doença)
Doenças sexualmente transmissiveis - Prevenção
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Borges_NinaRosadoAmaralCosta_M.pdf8.8 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.