Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/253279
Type: TESE
Title: Aula de quimica : discurso e conhecimento
Author: Machado, Andréa Horta
Advisor: Smolka, Ana Luiza Bustamante, 1948-
Abstract: Resumo: O objetivo deste trabalho é buscar compreender e dar visibilidade às relações entre a construção do conhecimento químico e o discurso. Assim, analisa-se, a partir das contribuições da perspectiva histórico cultural, cinco momentos discursivos de aulas da disciplina de Química Geral, oferecida no primeiro ano do Colégio Técnico da UFMG. A principal questão investigada relaciona-se às condições concretas de elaboração do conhecimento na sala de aula de química. Como estas condições interferem, marcam, diversificam ou constituem o processo de construção de conhecimentos químicos? Como os alunos e a professora participam do processo de elaboração coletiva do conhecimento? Que objetos de conhecimento estão sendo elaborados e como? Assumindo que é na dinâmica das interações que a significação se produz, enfocamos os processos de enunciação na aula de química, procurando relacionar construção de conhecimento e produção de sentido. As análises dos momentos discursivos tornaram visíveis: 1. modos de apropriação das palavras e do conhecimento historicamente construído; 2. modos de elaboração conceitual relacionados a restrições de sentido nas relações de ensino, e 3. modos de participação dos sujeitos na elaboração de formas de pensamento químico. Com base nessas análises, discutimos a relação constitutiva pensamento/linguagem, bem como as implicações desse modo de compreender conhecimento e discurso para as relações de ensino

Abstract: This study aims at the understanding of some relationships between chemical knowledge and discourse. Taking as points of departure the contributions of the historic cultural perspective, it analyses discursive moments taken from a General Chemistry class at a brazilian public highschool. The study's main question is related to the actual conditions of knowledge elaboration in a chemistry classroom. How do these conditions interfere, mark, diversify or constitute the process of knowledge construction in chemistry? How do students and teacher participate in this collective process? What objects of knowledge are being constructed and how? Assuming that signification and meaning are produced within the interactive dynamics, we focused on the uttering processes which happened in a series of chemistry lessons, attempting to relate knowledge construction and sense production. The analyses of discursive moments turned visible: 1. modes of appropriation of words and historically constructed knowledge; 2. modes of conceptual elaboration related to sense restriction within teaching relationships; and 3. modes of participation of subjects in the elaboration of forms of chemical thinking. 8ased on theses analyses, we discussed the constitutive relation between thinking and language, and the implications of such a way of conceiving and understanding knowledge and discourse to the teaching of chemistry
Subject: Aprendizagem
Linguagem - Estudo e ensino
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1999
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Machado_AndreaHorta_D.pdf6.99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.