Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/253261
Type: TESE
Title: Planejamento participativo como instrumento de aprendizado
Author: Moraes, Valeria Vieira de
Advisor: Bryan, Newton Antonio Paciulli, 1947-
Abstract: Resumo: Tendo como pano de fundo a visão de que cabe ao Estado atuar sobre a ordem econômica e social a fim de superar o contexto de desigualdade e injustiça social histórico em nosso país, e como premissa a noção de que a elevação da capacidade de governo das equipes governamentais é elemento fundamental para o cumprimento eficaz desse objetivo, este trabalho examina o planejamento participativo, em particular utilizando o Método ZOPP, enquanto instrumento capaz de promover um tipo de aprendizado que eleve esta capacidade. O marco teórico para o exame tem origem, no que diz respeito à planejamento, na obra de John Friedmann, que oferece uma classificação das tradições do pensamento em planejamento e a proposição de um método, o Planejamento Transformador, que articula as concepções da tradição do Aprendizado Social, fundamental para dar conta dos desafios da realidade atual quanto ao planejamento na área pública, e de Carlos Matus, cuja produção teórica discute especificamente a elevação da capacidade de governo na América Latina ; no que diz respeito ao aprendizado, a Teoria da Atividade fornece os fundamentos para a proposição, formulada por Yrjö Engeström, do Aprendizado Expansivo, um tipo emergente de atividade humana, de caráter deliberado e coletivo, que se desenvolve no interior de outras atividades, e cujo objeto é a transformação destas outras atividades, através da superação de suas contradições internas, visando alcançar formas socialmente novas

Abstract: Considering the fundamental role the State must play on the economic and social order to overcome the context of historical inequality and social injustice in our country, and considering as a tenet that good State governance is a basic element for the efficient achievement of this objective, this work examines participatory planning, in particular using ZOPP Method, as an instrument to promote a special kind of learning which can promote governance improvement. The theoretical framework on which the examination is based has its origin, in what concerns planning thought, in the work of John Friedmann, who offers a classification of the traditions of thought in planning and who also proposes a method, the Radical Planning, that articulates the conceptions of the tradition of Social Learning, which can meet the challenges facing planning practice in the public domain nowadays, and also the work of Carlos Matus, whose theoretical production specifically addresses governance improvement in Latin America; in respect to learning, the Activity Theory offers the tenets for the proposal, formulated for Yrjö Engeström, of Expansive Learning, a reflexive, deliberate and collective type of human activity, which emerges within other activities, and whose object is the transformation of these other activities, through the overcoming of its internal contradictions, seeking socially new forms of the central activity
Subject: Planejamento participativo
Administração - Participação dos empregados
Políticas públicas
Gestão em saúde
Gestão educacional
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Moraes_ValeriaVieirade_M.pdf325.06 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.