Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/253160
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: A dimensão etica na formação dos medicos
Author: Bedin, Livia Perasol
Advisor: Sordi, Mara Regina Lemes de, 1955-
Abstract: Resumo: A formação do médico é objeto deste estudo, que problematiza os espaços destinados a reflexão sobre os aspectos éticos, que regem o futuro exercício profissional. Repensar o processo cuidar/curar dentro das instituições de ensino e entender como a ética, a moral, os valores fazem parte das vivências escolares e imprimem suas marcas através de uma ou mais disciplinas do currículo foi o eixo da investigação. O método compreendeu entrevistas com docentes, que ministravam a disciplina Temas Longitudinais I, a qual é responsável pela abordagem de conteúdos sobre a ética na dinâmica curricular de um curso de Medicina pertencente a uma Universidade Pública do Estado de São Paulo. Além dos docentes fizeram parte deste estudo alunos, que eram representantes de classe e membros da Comissão de Ensino de Graduação, que estavam envolvidos no processo de reformulação curricular. Os discursos dos sujeitos evidenciam que a dimensão ética deve ser incorporada por todos os responsáveis pelo ensino durante o processo de formação, e não ter uma disciplina apenas como responsável por este enfoque. Assinalam ser este o grande desafio para os docentes do curso de medicina , estar consciente de que o ideal para a formação é ensinar o aluno a aprender a ser e a conviver complementarmente ao aprender a fazer e aprender a aprender. Ressalta-se que os profissionais, que trabalham na área de saúde, mesmo não sendo professores de ética ou de qualquer matéria relacionada, transmitem, uma ética que informa a ação do estudante e se projeta posteriormente no exercício da profissão. Aponta-se ser contraproducente a separação entre o fazer técnico e comportamento ético, pois entende-se, que a competência do médico inclui a competência humana e social. Os docentes devem ser atores ativos neste processo de formação, instigando o educando a uma reflexão constante sobre a ética no seu cotidiano e seu impacto em todo processo formativo. Conclui-se que refletir sobre a dimensão ética na formação do médico requer posicionamento político e homens politicamente posicionados que direcionam os Projetos Políticos Pedagógicos dos cursos de medicina para a aplicação edificante da ciência do cuidar/curar. Um projeto de formação em saúde, deve conter em seus pressupostos esta característica. Deve ser compreendida e assumida coletivamente e tanto quanto possível, ser desenvolvida de forma transdisciplinar. Esta decisão, embora dificultada pelos interesses da lógica de mercado, não pode ser postergada. Trata-se de construir na luta, e a partir das contradições, um projeto contra hegemônico capaz de restaurar a dignidade dos sujeitos, sejam eles, os usuários do sistema de saúde, ou os profissionais que prestam cuidados e que de alguma forma impregnam suas intervenções com valores éticos, os quais são reveladores de uma concepção de Homem verdadeiramente cidadão

Abstract: The object of this study is the doctor's formation which ethical aspects brings reflection to his future professional career. The basis of this investigation consists in thinking over the healing and caring process in educational institutions and understanding the ethic, the moral and the other values, which take part in the school experiences in one or more disciplines. The method consisted in interviewing the professors who taught Longitudinal Themes I, responsible by the inputs about ethic in the dynamic of school curriculum belonged to a Medicine course in one of the public universities of São Paulo State. Besides the professors and the university staff, students took part in this study who were class leaders and members of the Undergraduation Commission and were also involved with the curricular reformulation processo. Their speeches show the relevancy of incorporating the ethic in ali the school disciplines during the formation processo They belíeve that this is the biggest challenge to ali the Medicine university staff, since they have to be conscious about the importance of teaching ali the students to do their job and to leam constantly. Even the health professionals who are not ethic masters or any other related subject professor, contribute with their attitudes in the students' future career. It has been considered inefficient to separate the technique and the ethical behavior, since to be a good doctor is necessary to have human and social competence. The teaching staff must be active in the formation process, making the student often think over about ethic in his daily life and its impact during his formation processo. As a conclusion, to reflect about the ethic dimension during the doctor's formation is to make polítical decision in order to manage the Pedagogical Political Projects of Medicine courses to the science use of caring/ healing. A health formation project must follow this characteristic. It must be understood and assumed by everyone, as well as be developed in a trandisciplinary way. This decision, despite the interests of the market logic, must not be postponed. A project against the odds and the hegemony must be built up and it must be able enough to bring back the people's dignity, it does not matter if they are health customers, or health professionals who take care and intervene with their ethical values, which bring out the real conception of Human Being and citizenshi
Subject: Médicos
Currículos
Ética
Educação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2003
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bedin_LiviaPerasol_D.pdf8.99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.