Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/252972
Type: TESE
Title: As estrategias de sedução : mulheres escravas apre(e)ndendo a liberdade (1850-1888)
Author: Silva, Lucia Helena Oliveira
Advisor: Noronha, Olinda Maria, 1946-
Abstract: Resumo: Este trabalho procurou resgatar o processo educativo de caráter informal, que existiu na luta pela liberdade, travado pelas escravas junto a seus senhores através dos meios jurídicos. Usando do meio burocrático, que compreendia uma sorte de procedimentos e personagens que lhe eram estranhos, escravas adentraram este mundo aparentemente hostil conquistaram muitas lutas. Obtiveram liberdade, melhores condições de vida, mas, também perderam e foram ameaçadas inclusive na sua integridade física. Nossa proposta foi procurar compreender esse universo, as relações e o aprendizado que ocorria constantemente reinterpretando as ações no Tribunal Judiciário de Campinas. Muitas 1els emancipacionistas eram interpretadas por alguns como meras concessões dos mais poderosos aos escravos, observamos que por parte destes, a interpretação era outra. Cada espaço normatizado pela le1, era visto como uma possibilidade a mais que ¿ apresentava para buscar concretização da liberdade. Assim, procuramos apresentar como ocorreu o nascimento da pesquisa e como o tema foi encarado na historografia no primeiro item. Depois, procuramos localizar historicamente o espaço urbano da cidade, demosntrando como ocorreu sua evolução através do ciclo de açúcar e depois do café, colocando a inserção da mão-de-obra escrava, no capítulo II. No capítulo III, centramo-nos nos processos judiciais que levavam a liberdade, trabalhando a formação do pecúlio para a compra da alforria, as variadas forma de ação e suas entradas em tribunal. A idéia aqui, foi levantar as possibilidades de lutra para copreender a ação educativa que as práticas jurídicas proporcionavam, levando a melher posicionar como boa ou má escrava, conforme a necessidade aparecesse na ação. O último capítulo, procurou levantar mais detidamente o caráter educativo que imbuía-se nas práticas políticas e que desembiocavam nas relações estabelecidas entre senhores e escravas. O tema está longe de ser esgotado e os aspectos aqui levantados demonstraram a necessidades de um aprofunadamento maior que continuará sendo explorado numa etapa posterior
Subject: Escravos - Campinas (SP) - 1850-1888
Escravidão - Campinas (SP)
Jurisdição
Liberdade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1993
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_LuciaHelenaOliveira_M.pdf5.84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.