Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/252942
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Trabalho voluntario e envelhecimento : um estudo comparativo entre idosos americanos e brasileiros
Title Alternative: Volunteer work and aging : a comparative study among American and Brazilian seniors
Author: Lopes, Andrea
Advisor: Neri, Anita Liberalesso, 1946-
Neri, Anita Liberalesso
Abstract: Resumo: Objetivo: analisar significados, motivações, benefícios percebidos, bem-estar subjetivo, ajustamento psicológico e atitudes em relação à comunidade' entre idosos brasileiros e americanos que realizam trabalho voluntário. Participantes: 54 brasileiros e 49 americanos com mais de 60 anos, principalmente mulheres. Instrumentos e técnicas: questionários e escalas levantando informações sociodemográficas, natureza do vínculo institucional, modos de vida, motivações, significados, benefícios percebidos, bem-estar subjetivo, ajustamento psicológico e atitudes em relação à comunidade; entrevistas semi-estruturadas; observação participante. Análise de dados: análise de conteúdo, estatística descritiva e análise etnográfica. Resultados: Forte similaridade entre os dois grupos, embora os americanos tenham vínculo mais forte com o trabalho voluntário. Todos valorizaram a solidariedade, a oportunidade para a auto-desenvolvimento e a geratividade propiciadas pelo trabalho voluntário; os americanos enfatizaram mais os ganhos em geratividade e os brasileiros a auto-aceitação e o crescimento pessoal. A satisfação e os afetos positivos foram elevados nas duas amostras; o significado do termo voluntário associa-se a valor social. Houve diferenças entre as motivações iniciais, voltadas ao outro, e as motivações permanência, voltadas ao self ; satisfação com o voluntariado associou-se a treinamento e supervisão; identificaram-se relações de interdependência no ambiente institucional. Conclusão: a atividade voluntária formal entre idosos estimula o processo de socialização e o auto-conhecimento

Abstract: Objective: to assess meanings, motivations, perceived benefits, subjective well-being, and psychological adjustment and attitudes toward community among Brazilian and American seniors that do volunteer work. Participants: 54 Brazilian and 49 American people older than 60 years of age, especially women. Instruments and techniques: questionnaires and scales gathering the following data: sociodemographic, nature of the institutional link, ways of life, motivations, meanings, perceived benefits, subjective well-being, psychological adjustment, and attitudes regarding community; semi-structured interviews; participant observation. Data analysis: content analysis, descriptive statistics, ethnographic analysis. Results: strong similarity between the two groups, although Americans have a strongest link with volunteer work. Everyone valued solidarity, opportunity for self-development and gerativity brought by the volunteer work; Americans emphasized gains in generativity and Brazilians, self-acceptation and personal growth. Satisfaction and positive affects were high in both samples. There were differences between the initial motivations, focused on other people, and the permanent motivations, focused on the self; satisfactions with volunteer work were associated to training and supervision; interdependent relationships in the institutional environment were identified. Conclusion: formal volunteer work among seniors stimulates processes of socialization and self-knowledge
Subject: Trabalho
Voluntarios
Idosos
Motivação (Psicologia)
Atitude (Psicologia)
Ajustamento (Psicologia)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lopes_Andrea_D.pdf1.06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.