Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/252911
Type: TESE
Title: Analise da politica educacional do estado de Santa Catarina no periodo da ditadura civil-militar (1964-1985) : um estudo do ciclo basico
Author: Dalarosa, Adair Angelo
Advisor: Sanfelice, José Luís, 1949-
Abstract: Resumo: Este estudo tem por finalidade investigar como o Estado de Santa Catarina organizou o Ciclo Básico do ensino público durante a Ditadura Civil-militar (1964-1985). Pretende-se explicitar, analisar e compreender o papel do Estado na oferta da educação de Ciclo Básico e sua relação com o setor produtivo. Para tanto, o objeto de pesquisa será analisado à luz dos pressupostos teórico-metodológicos do materialismo histórico dialético, partindo das categorias mediação, contradição, e hegemonia. A partir dos anos de 1960, as lideranças econômicas do Estado de Santa Catarina passam a defender o desenvolvimento da educação por entenderem que o atraso econômico devia-se ao fato de não existir, no estado, uma educação capaz de alavancar o desenvolvimento econômico. A pesquisa busca demonstrar a não conformidade entre os objetivos reais e os objetivos proclamados na organização do ensino público de Ciclo Básico em Santa Catarina; procura evidenciar também que o Estado civil-militar, que é um Estado burguês, proclamou o desenvolvimento da educação pública como fator de desenvolvimento das forças produtivas que teria como conseqüência a elevação da qualidade de vida da população catarinense; demonstra que a organização do Ciclo Básico em Santa Catarina deu-se de forma a conduzir o processo histórico buscando consenso em torno das propostas políticas das elites burguesas. Por isso foi sendo organizado legalmente, anunciando uma educação pública, de qualidade para todos (objetivos proclamados) e estruturado gradativamente para atender ao mínimo de escolarização sempre justificando que se fazia o "possível". Assim demonstra a legislação analisada, pelos Planos Estaduais de Educação, pela avaliação feita pelo próprio Estado e pelos planos subseqüentes, ou seja, os objetivos reais ficam claros quando confrontados com os objetivos proclamados. A contradição não está entre os objetivos proclamados e o que foi realizado e sim entre o que foi proclamado e feito com aquilo que não foi feito. Significa dizer que a contradição está entre o projeto burguês de sociedade e de educação e um projeto revolucionário de sociedade e de educação. A presente tese demonstra que a contradição está entre uma concepção burguesa de estado e de educação e uma concepção revolucionária de Estado e de educação

Abstract: The aim of this study is to investigate as the State of Santa Catarina has organized the elementary public school during the Civil-military dictatorship(1964-1985). It will try to explain, analyze and understand the role of the state in the elementary school and its relationship with the productive sector. For that, the research object will be analyzed in the light of theoretic and methodological presuppositions of dialectic and historical materialism, from the mediation , contradiction and hegemony category. From the years 1960, the economical leaderships of Santa Catarina State start defending the development of education for understanding that the economical retard was because of no exist in the state an education that was able push the economical development. The survey tries to demonstrate the no conformity among the real objectives and the objectives stated in the organization of elementary public schools in Santa Catarina; it tries also to make evident that the Military Civil-State that is bourgeois, stated that the public education development as a factor of development of the productive powers that would have as consequence the raise of catarinense population quality of life; it shows that the organization of elementary education (Ciclo Basico) in Santa Catarina was accomplished in the sense of answer the proposal of bourgeois elites. That's why it was being organized legal1y, announcing a public education with quality for everybody (objectives stated) and structured gradually to answer the minimal of education always justifying that was done the "possible". Thus demonstrates the analyzed legislation , by the Planos Estaduais de Educação, by the evaluation done by the State and by the subsequent plans, it means, the real objectives are clear when compared the objectives stated. The contradiction is not between the objectives and what was accomplished, but yes between what was stated and done with what was not done. It means to say that the contradiction is between the bourgeois project of society and education and a revolutionary project of society and education. The current thesis shows that the contradiction is between a bourgeois conception of state and education and revolutionary conception of State and Education
Subject: Educação e Estado
Política e educação
Ciclo basico
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Dalarosa_AdairAngelo_D.pdf569.36 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.