Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/252844
Type: TESE
Title: Classe trabalhadora e educação : um exercicio contra-hegemonico
Author: Carmo, Jefferson Carriello do
Advisor: Piozzi, Patrizia, 1949-
Abstract: Resumo: Os objetivos do trabalho foram três: analisar a crise capitalista denominada acumulação "fordista-keynesiana", dos anos 70; a sua resposta através do complexo de reestruturação produtiva denominada "acumulação flexível" e, a constituição de um "novo" saber e fazer, cuja finalidade foi à adequação do trabalhador ao capital constituindo um novo modo de existência do trabalho assalariado. Os problemas que nortearam estes objetivos foram: como as mudanças no processo produtivo poderão fortalecer a classe que vive do trabalho para uma resistência ao capital através do trabalho? Como, no atual contexto do mundo do trabalho, nós poderíamos propor uma pedagogia "socialista", com vistas à formação integral do homem que fortalecesse a classe trabalhadora politicamente defronte a este novo paradigma produtivo? A referência para estudarmos estes problemas foi o pensamento político e educacional de Antonio Gramscí, tendo no trabalho o princípio educativo, na ótica da contrahegemonia. A relação trabalho e capital a central idade do trabalho como categoria organizadora da sociedade, a crise do Estado de bem-estar social a crítica as pedagogias contemporâneas fundadas na economia e na política neoliberal, a organização da escola de caráter profissionalizante restrita à prática firmada nas formas modernas do processo produtivo foram objetos de análise para chegarmos a algumas conclusões. Uma pedagogia que projete no processo educativo profissional a participação política dos trabalhadores, com vistas a um novo cidadão entendendo que essa relação pedagógica não é neutra e não se limita aos interesses de uma determinada classe social que detém o poder. Que a qualificação profissional, deva ser norteada pelo trabalho como princípio educativo, cujo conteúdo deva ser politécnico, com vistas a resgatar a relação entre conhecimento humanístico e a produção. O caminho para tal intento deve ser a apropriação do saber científico-tecnológico, numa perspectiva histórico-crítica, que possibilite a participação do trabalhador na vida social, política e produtiva da sociedade. Neste sentido, o papel fundamental dessa educação é viabilizar a aquisição dos princípios gerais do conhecimento produtivo e os seus conteúdos básicos dos processos de trabalho permitindo ao trabalhador uma formação que lhe possibilite captar, compreender e atuar enquanto sujeito político, produtivo e consciente dos seus direitos e deveres

Abstract: The aims of this study were three: analyze the capitalist crisis called "fordist-keynesian" in the 1970's, the response through the complex of produtive restructuring called" flexible accumulation" and the constitution of a "new" know-how whose objective was the adequacy of worker to capital, constituting a new way of existence for working class. The problems that conducted these objectives were: how could the changes in the productive process make stronger the class that lives from working to a resistence to capital through work?; how in the present context we could suggest a "socialist" pedagogy aiming at an integral formation of man making stronger the working class? The reference to study such problems was Antonio Gramsci's political and educational ideas, who has in work the educative principie in the anti-hegemony point of view. The relation between work and capital, the position of work as a society organizing category , the Goverment's social welfare crisis, the criticism of modem pedagogies based on economy and on neoliberal ideas, the community colleges, restricted to the practice of the modem productive processes were analyzed. We conclude that is necessary a pedagogy that projects in the educative process a political participation of workers, once this relation is not neutral and that is not limited by the interests of a specific social class that holds the power. The professional qualification should be directed by work as an educative principle, whose content is politechnical, aiming at restore the relation between humanistic knowledge and production. The way to that should be the appropriation of scientific-technological knowledge in a historical-critical perspective that permits the participation of workers in the social, political and productive life of society. In this sense the most important role of education is to guarantee the acquisition of general pinciples of productive knowledge and their basic contents giving to workers a formation that makes possible to see, understand and act as a political subject, productive and conscioues of their rights and obligations
Subject: Gramsci, Antonio, 1891-1935 - Contribuições em educação
Crise econômica
Capitalismo
Educação e Estado
Neoliberalismo
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Carmo_JeffersonCarriellodo_D.pdf12.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.