Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/252736
Type: TESE
Title: Discurso argumentativo : identificação de marcas argumentativas na produção escrita de alunos da 4a. serie
Author: Ferro, Regina Torquato
Advisor: Koch, Ingedore Grunfeld Villaça, 1933-
Abstract: Resumo: Este estudo busca promover a identificação e a análise das marcas lingüísticas responsáveis pela orientação argumentativa em textos de crianças de 9 a 10 anos, que estejam no início da 43 série do 10 grau de uma escola da rede particular de ensino de Campinas. Toma por base estudos da Equipe de Didática das Línguas da Universidadede Genebra (Suíça) e estudos de Ducrot sobre o tema: argumentação. Portanto, trabalhos de duas linhas teóricas diferentes serão aqui elencados. Por tratar-se de uma pesquisa aplicada na área de educação, levou-se em conta a relevância destes trabalhos para a prática pedagógica. Na busca de uma reflexão sobre o tema escolhido, duas destas pesquisas serão comentadas no capítulo 1: "Operations de Modalisation: une tentative d'approche." ln: Le langage ecrit chez I 'en.tànt: Ia production des textes informat(fi' et argumentat(fs - Bemard Schneuwly (1988) - capítulo 8 e Learning argumentative capacities: a study of the effects (?( a systematic and intensive teaching of argumenta tive discourse in I l-I 2 years old children - Joaquim Dolz (1994). Ao trabalhar, no decorrer deste estudo, com uma concepção de linguagem diferente daquela que a considera comá código, o pesquisador elege a enunciação como base para a interpretação e compreensão do discurso, em consonância com os princípios de Ducrot, que postulam que a argumentatividade permeia toda a utilização da linguagem humana, sendo esta atividade estruturante de todo discurso, ao mesmo tempo em que considera o ato de argumentar como o ato lingüístico fundamental. A elaboração deste estudo foi realizada a partir da discussão de conceitos relativos a enunciado/enunciação, polifonia e também a partir da exploração de 6 pesquisas realizadas em situação experimental por autores como Coirier, Dolz, Golder e Schneuwly, que enfocam a aquisição do discurso argumentativo, operações envolvidas, ensino/aprendizagem deste tipo de discurso, unidades e expressões lingüísticas, abordando temas sobre o discurso argumentativo e outros assuntos correlatos. Nessa perspectiva, constituiu-se um corpus com 48 enunciados, marcados por operadores argumentativos (modalizadores e organizadores textuais), levando-se também em conta a organização propriamente dita destes enunciados, com a finalidade de verificar, através destas marcas, como se determina a orientação argumentativa, isto é, como se "organiza" a argumentação. A reflexão sobre esta análise tornou possível afirmar que: - A argumentação se faz presente nos textos analisados de diferentes formas: quer através da utilização de operadores argumentativos, quer através da organização do enunciado, revelando-se, porém, a necessidade de um trabalho didático para consolidar a competência textual do aluno, a fim de torná-lo sujeito ativo na interação pela linguagem. - Outra constatação feita a partir dos trabalhos e pesquisas acessadas, é que uma escrita para situações tipicamente argumentativas (baseada na linguagem oral) é na verdade adquirida precocemente, mas o progresso nesta linha continua entre as idades de 10-11 e 11-12 anos, sendo que os textos dos adolescentes apresentam maior número de marcas explícitas da argumentação. - Outro aspecto importante que foi considerado é a questão da presença de habilidades que possibilitam a aquisição do discurso argumentativo, em crianças de 9 a 10 anos

Abstract: The aim of this study is to identify and analyse some linguistic marks responsible for argumentative orientation. The corpus used for this research comprises texts written by children between 9 and 10 years old, at the beginning of the 4th grade of a Private Elementary School in Campinas. The theoretical basis comes from two different sources: The Language Didatic Group from the University of Gênéve (Switzerland) and Ducrot's studies about argumentation. Since it is an applied research in education, we took into account the importance of both theories for pedagogical pratice. This study is based on a conception of language which considers enunciation as the basis for interpretation and comprehension of discourse. Concepts about utterance/emmciation, polyfhony are discussed, and some researchs done in experimental situation by Coirier, Dolz, Golder and Schneuwly are taken into account. These researchs emphasize the acquisition of argumentative discourse, operations involved in that acquisition, teaching/learning of this gender, and typical linguistic devices involved. The object of our analyses are 48 utterances selected from student' s texts, in which emphasis is put on argumentative marks, like modalizers and textual organizers, in order to verify, through the examination of this marks, how argumentative orientation is determined, that is, how argumentation is organized. This study points to the following results: Argumentation could be observed in different manners in all the texts examined: either by the presence of argumentative markers as by the structure of the utterance itself. It became clear, that didactical work is needed to consolidate the student's textual competence, in order _o enable them to become active participants of their interaction through language.- It was evidenced that writing in typical argumentative situations - with the use of the oral speech characteristics - is acquired early in life; this process, however, endures through the ages 10-11 and 11-12, so that adolescent's texts show a greater number of explicit marks.- The presence of habilities that enable the acquisition of argumentative discourse in 9-10 years old children was also confirmed.
Subject: Redação - Estudo e ensino
Aquisição de linguagem
Escrita
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1997
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ferro_ReginaTorquato_M.pdf4.38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.