Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/252729
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Como nos tornamos professoras? : aspectos da constituição do sujeito como profissional da educação
Author: Fontana, Roseli Aparecida Cação, 1952-
Advisor: Smolka, Ana Luiza Bustamante, 1948-
Abstract: Resumo: Este é um trabalho sobre a constituição do .ser profissional. em sujeitos singulares. Ele foi-se construindo numa relação de proximidade e confiança, fundada na .comunidade de destinos. * - a condição de mulheres-professoras existente entre a pesquisadora e os sujeitos da pesquisa.Reunidas semanalmente, durante dois anos, num grupo sem vlnculos institucionais, organizado com os objetivos de estudar Vygotsky e de refletir sobre a prática pedagógica cotidiana, seis mulheres professoras, falaram de suas vidas e de seu trabalho dentro delas. Na dinâmica interativa e discurslva que foi sendo tecida, encontro a encontro, aproximamo-nos - pesquisadora e sujeitos - do movimento Intimo, mais flagrado do que revelado, em que o papel social de professoras, em sua diversidade de nuances, foi-se constituindo e singularizando-se em nós, como história e vida, como ação e afeição, entrelaçado a nossas múltiplas vivências e determinações.Para enfrentar a tarefa de traçar os meandros da constituição de nosso .ser profissional-, voltei-me, como pesquisadora, para as reflexões de Vygotsky, Bakhtin e Politzer acerca da subjetividade e dos processos de singularização, considerando como elemento primordial de sua abordagem a contradição inerente à relação de constituição mútua entre o eu e o outro nas relações sociais produzidas em condições histórico-sociais determinadas.Essa opção teórica definiu o principio de investigação, de análise e de interpretação. As relações intersubjetivas, mediadas e materializadas na palavra, vividas no grupo elou ali compartilhadas, foram o foco privilegiado para a aproximação das vivências diferenciadas e irredutlveis, que configuram a unicidade do .drama" existencial vivido pelos sujeitos estudados. Sua análise e interpretação, tendo em vista, mais do que uma explicação, a compreensão da própria vida revelada do sujeito, exigiram um trabalho nas interfaces entre história, filosofia, sociologia, linguagem e psicologia
Subject: Vigotsky, L. S. (Lev Semenovich), 1896-1934
Bakhtin, M. M. (Mikhail Mikhailovitch), 1895-1975
Subjetividade
Professores - Aspectos psicológicos
Psicologia do desenvolvimento
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1997
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fontana_RoseliAparecidaCacao_D.pdf12.93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.