Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/252682
Type: TESE
Title: A ideologia da pos-modernidade e a politica de gestão educacional brasileira
Author: Zanardini, Isaura Monica Souza
Advisor: Xavier, Maria Elizabete Sampaio Prado, 1948-
Abstract: Resumo: Neste trabalho, apresentamos uma análise da reforma da gestão escolar implementada na década de 1990, enquanto uma componente da reforma da educação básica e da Reforma do Estado brasileiro, articulada à ideologia da pós-modernidade, expressão do padrão atual de acumulação do capital, que engendra dentre outros ¿mecanismos¿, o neoliberalismo e a globalização. O estudo está organizado em três capítulos. No primeiro capítulo, a preocupação é compreender a articulação entre as transformações do capitalismo e o novo padrão de Estado, que repercutem na organização de outras instâncias sociais. É por essa razão que abordamos o taylorismo-fordismo, lógica de gestão/controle do trabalho presente no padrão de Estado de Bem-Estar Social, e em seguida alguns dos pressupostos políticos e econômicos que se expressaram na década de 90 do século XX, através do neoliberalismo. No segundo capítulo discutimos a ideologia da pós-modernidade como um conjunto de princípios teórico-metodológicos de caráter ideológico, dentre os quais temos o neoliberalismo e a globalização; examinando a sua origem e os pressupostos que desembocaram na propagação da necessidade de uma ¿nova racionalidade¿, ou de um novo controle do trabalho, que seriam implementados via a acumulação flexível; discutimos, em linhas gerais, a categoria racionalidade e tratamos da articulação entre a ¿nova racionalidade¿, pós-moderna, e a reforma do Estado e da educação básica. No terceiro capítulo, discutimos a reforma da gestão escolar, implementada para a materialização da reforma da educação básica e, portanto, do Estado brasileiro. Analisamos a partir de documentos e de autores que consideramos centrais no trato da questão, a eficiência mercadológica exigida e a ¿nova racionalidade¿ proposta para os sistemas educacionais e unidades escolares, e que deveriam ser implementadas através dos mecanismos de descentralização, autonomia e avaliação de resultados, sustentados em pressupostos políticos e ideológicos da reforma pretendida. Nas considerações finais, nossa preocupação é explicitar o suposto de que uma ¿nova racionalidade¿ para a reforma do Estado e da gestão escolar, através das orientações teórico-metodológicas da pós-modernidade, e portanto, do ideário neoliberal, não tem outro objetivo senão a consecução dos fins da racionalidade capitalista moderna, para a qual a educação, ao lado de outras práticas sociais, tem, do ponto de vista ideológico, função primordial no controle social

Abstract: In this work, we present an analysis of the reform of the school management implemented in the 1990¿s, as a component of the reform of the basic education and of the Reform of the Brazilian State, articulated to the ideology of the post-modernity, expression of the current standard of accumulation of capital, that engenders among other ¿mechanisms¿, the neo liberalism and the globalization. The study is organized in three chapters. In the first chapter, the concern is comprehending the articulation between the transformations of the capitalism and the new standard of the State, that echo in the organization of other social instances. It is because of this that we approach the taylorismo-fordismo, logic of management/control of the work present in the standard of the Welfare State, and afterwards some of the political and economical pre suppositions that expressed themselves in the 1990¿s, through the neo liberalism. In the second chapter we discuss the ideology of the post-modernity as a group of theoretic-methodological principles of ideological character, that among other we have the neo liberalism and the globalization; examining its origin and the presupposition that flowed into propagation of the need of a ¿new rationality¿, or of a new control of work, that would be implemented via the flexible accumulation; we discuss, in general lines, the category rationality and deal with the articulation between the ¿new rationality¿, post-modern, and the reform of the State and of the basic education. In the third chapter, we discuss the reform of the school management, implemented for the materialization of the reform of basic education and, therefore, of the Brazilian State. We analyze from documents of authors that we consider central in the treatment of the question, the efficiency of marketing demanded and the ¿new rationality¿ proposed to the educational system and the school unities that should be implemented through the mechanism of decentralization, autonomy and assessment of the outcomes, based on political and ideological pre suppositions of the reform wanted. In the conclusion, our concern is to explain that the pre supposition of a ¿new rationality¿ to the reform of the State and the school management through theoretical-methodological of post- modernity, and therefore, of the neo liberal idealism, does not have other aim but to get the modern capitalist rationality, for which the education, beside other social practices, has, from the ideological point of view, primordial function in the social control
Subject: Educação e Estado
Educação básica
Racionalidade
Neoliberalismo
Globalização
Política e educação
Ideologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Zanardini_IsauraMonicaSouza_D.pdf834.53 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.