Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/252518
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: A construção de narrativa por adolescentes com sindrome de Down : um estudo da dinamica interativa na sala de aula
Author: Freitas, Ana Paula de
Advisor: Góes, Maria Cecilia Rafael de, 1946-
Abstract: Resumo: A Síndrome de Down pode ser caracterizada sob vários aspectos: genéticos, orgânicos, cognitivos, lingüísticos, entre outros. Este estudo interessa-se pelos aspectos de linguagem que se vinculam a essa síndrome, em especial pelas questões referentes à produção narrativa. Para análise desses processos, é tomada como referência a abordagem histórico-cultural, principalmente no que diz respeito à importância do papel da linguagem no funcionamento psicológico e ao caráter dialógico das relações interpessoais. A maioria das pesquisas sobre características de sujeitos com Síndrome de Down tende a descrever suas dificuldades de linguagem, e poucos são os trabalhos que se orientam para suas possibilidades de construção da linguagem. Buscando contribuir para a compreensão de questões relativas ao narrar enquanto processo, o estudo aqui apresentado privilegia a produção de narrativas orais em alunos com Síndrome de Down numa situação dialógica de sala de aula. A análise baseou-se em situações vídeogravadas e foi organizada em torno de três tópicos: a composição do texto narrativo, abrangendo os relatos orientados, partilhados e autônomos; os modos de participação de educadores e pares na construção narrativa pelo aluno; e as negociações dos interlocutores sobre a veracidade dos eventos narrados. Os resultados indicam que adolescentes com Síndrome de Down participam ativamente da construção de narrativas orais, e que o jogo dialógico na sala de aula é a condição que permite a constituição desse processo de linguagem. Com relação a implicações do trabalho pedagógico conclui-se que, assim como discutido por L. S. Vygotsky, a proposta de educação precisa ser pensada considerando-se principalmente as possibilidades e não as limitações dos alunos deficientes. Aos educadores cabe buscar construir o trabalho educativo proporcionando atividades que invistam na superação das conseqüências da deficiência, conhecimentos e de modos de ação dos alunos. Permitindo a elaboração de conhecimentos e de modos de ação dos alunos

Abstract: Down Syndrome may be chacacterized in terms of various aspects, related to genetic, organic, cognitive or linguistic factors, among others. This study is concerned with language features usually associated with such syndrome, and focuses on issues concerning narrative production. The analyses of processes in narrative language is referenced in the historical-cultural approach, mainly with respect to the relevance of language in psychological functioning and to the dialogical character of interpersonal relationships. The majority of investigations about characteristics of Down Syndrome subjects tend to describe their language difficulties; few works are oriented to their possibilities of language construction. Seeking to contribute to the understanding of issues related to the narrative language of such individuais, this study priviledges the production of oral narratives by Down Syndrome students in the diological interplay during classroom activities. The analysis was based on video-taped situations and was organized around three topics: the composition of narrative texts, encompassing oriented, shared, and autonomous reports; the modes of participation of educators and peers in the construction of narratives by the student; and the negotiations of interlocutors about the veracity of the events being narrated. The findings indicate that Down Syndrome adolescentes éan actively participate in the construction of oral narratives, and that the dialogical interplay in the classroom allows for the constitution of such language processo As to implications for the pedagogical work, it is suggested that, in accordance with discussions by L. S. Vygotsky, educational planning must be thought, primarily, in relation to the students' possibilities, and not to their limitations. Educators should invest in the overcoming of the consequences of the deficiency, promoting the construction of knowledge and of forms of action ín the students
Subject: Down, Síndrome de
Interação social
Educação especial
Linguagem
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FREITAS, Ana Paula de. A construção de narrativa por adolescentes com sindrome de Down: um estudo da dinamica interativa na sala de aula. 1996. [85] f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/252518>. Acesso em: 21 jul. 2018.
Date Issue: 1996
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Freitas_AnaPaulade_M.pdf5.87 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.