Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/252501
Type: TESE
Title: Ser grande e ser pequeno : as tendencias de pensamento de professores e alunos sobre as relações entre tamanho e vida
Author: Almeida, Rosileia Oliveira de
Advisor: Aragão, Rosália Maria Ribeiro de, 1940-
Abstract: Resumo: Este trabalho tem por objetivo evidenciar a relevância do tratamento escolar das relações entre Tamanho e Vida, ressaltando, para esta finalidade, três aspectos: a) a riqueza e a natureza unificadora do conhecimento científico sobre o tema, que pode contribuir para a ruptura com o ensino fragmentado e descritivo dos seres vivos; b) a constatação, através de pesquisa das tendências de pensamento de professores e alunos de três níveis escolares, de que há obstáculos conceituais e epistemólogicos à sua aprendizagem, desconsiderados até mesmo na formação de professores, o que pode gerar resistências à sua introdução nos currículos, e c) a diversidade de possibilidades de problematização e de abordagem do tema elencadas, que podem possibilitar a superação progressiva de tais obstáculos e, portanto, a aprendizagem efetiva de conhecimentos científicos de diferentes campos conceituais, de forma contextualizada, interdisciplinar e investigativa. Dentre os obstáculos à aprendizagem do tema destacam-se a tendência entre professores e alunos a transporem para outras dimensões aspectos de nossa percepção imediata, especialmente em situações que envolvem redução de tamanho, desconsiderando problemas de escala, e a dificuldade de imaginar situações não experienciadas. o interesse por investigar o tema resultou do reconhecimento de que eu, como professora de Ciências, não tinha elementos conceituais e metodológicos para abordá-Io com segurança em minhas aulas, apesar de considerá-Io relevante, instigante e desafiador. Portanto, tive como principal pressuposto para o desenvolvimento desta pesquisa a concepção de que não só os alunos, mas também os professores, são sujeitos de aprendizagem, de forma que os processos de inovação curricular têm que envolvê-Ios, seja buscando compreender suas dificuldades e lhes fornecendo subsídios no sentido de construirem alternativas para superá-Ias, seja inserindo-os diretamente na pesquisa dos problemas de ensino-aprendizagem de Ciências que encontram em sua prática docente
Subject: Ciências - Estudo e ensino
Ensino - Aprendizagem
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1998
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Almeida_RosileiaOliveirade_M.pdf21.08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.