Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/252442
Type: TESE
Title: Sobre o que e ser escritor no discurso de Ana Maria Machado
Title Alternative: On what is to be a writer in the speech of Ana Maria Machado
Author: Silvestre, Simone Michelle, 1978-
Advisor: Silva, Lilian Lopes Martins da, 1955-
Silva, Lilian Lopes Martin da
Abstract: Resumo: Por meio da pesquisa que resultou nesta dissertação de mestrado, quisemos entender como a escritora Ana Maria Machado projeta-se enquanto tal. Mais especificamente, objetivamos analisar no material autobiográfico de sua autoria quais são os traços que em seu discurso aparecem associados à figura do escritor. Para tanto, a metodologia adotada incluiu, primordialmente, a análise de enunciados pertencentes aos livros "Esta força estranha - trajetória de uma autora"; "Como e por que ler os clássicos universais desde cedo"; "Contracorrente - conversas sobre leitura e política"; "Texturas - sobre leituras e escritos"; além do material textual do website pessoal de Machado (www.anamariamachado.com.br) e da entrevista concedida aos pesquisadores Pedro B. Garcia e Tânia Dauster. Já a análise dos enunciados foi feita em diferentes momentos e situações de produção na tentativa de entender as imagens de escritor propostas no discurso de Machado e como essas imagens respondem ou silenciam aspectos do discurso presentes no imaginário social de nossa sociedade. Tomamos como sustentação teórica conceitoschaves de Bakhtin e da análise do discurso francesa: a noção de enunciado, discurso, dialogismo e silenciamento. Ao término da pesquisa, notamos que a escritora projeta posições discursivas que contribuem para a caracterização do escritor como alguém que foi leitor, desde muito cedo; do escritor-aprendiz; do escritor profissional que vê na sua escrita e na publicação de seus livros a fonte para seu sustento; daquele que preza pela prática de determinado tipo de escrita

Abstract: The aim of the present study is to understand how the writer Ana Maria Machado sees and projects herself as such. More specifically, our purpose is to detect, in the author's autobiographic material, which of its discourse characteristics are associated with the writer's image. In order to achieve this aim, the methodology used consisted primarily of analysing utterances which are part of her books "Esta força estranha - trajetória de uma autora"; "Como e por que ler os clássicos universais desde cedo"; "Contracorrente: conversas sobre leitura e política"; "Texturas - sobre leituras e escritos", of the text found on the writer's personal website (www.anamariamachado.com.br), and of the interview lead by the researchers Pedro B. Garcia and Tânia Dauster. The analysis of the utterances was made at different times and situations so that our understanding of the writer's image approached in Machado's discourse could be reached, as well as how these images answer or silence the aspects of the discourse which are present in the social imagery of our society, based on key-concepts both by Bakhtin's theory and the French discourse analysis with the aspects of utterances, discourse, dialogism and silencing. The end of the research has brought us the knowledge that Machado projects discursive postures which contribute to characterizing the writer as a very early reader; as an apprentice writer; as a professional writer who sees in her writing and publication of her work a source of living; of a person that values practicing a specific type of writing
Subject: Machado, Ana Maria, 1941-
Análise do discurso
Escritores e leitores
Escrita
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silvestre_SimoneMichelle_M.pdf659.13 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.