Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/252266
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: "Juntemo o medo e a corage e viemo pra cidade..." : mulheres trabalhadoras autonomas na construção de espaços femininos periferia de (Passo Fundo/RS-1996 a 1998)
Author: Maciel, Elizabeth Nunes
Advisor: Simson, Olga Rodrigues de Moraes Von, 1943-
Abstract: Resumo: Preocupada com o intenso processo de migração rural/urbano em Passo Fundo/RS optei por estudar esta questão, sob o ângulo da participação feminina nesse processo de transformação social. O presente estudo valeu-se das histórias de vida de um grupo de mulheres pobres, migrantes localizadas na periferia do meio urbano de Passo Fundo (RS). Procuro mostrar através da narração das mulheres migrantes, as dificuldades vividas por elas e por suas famílias, suas "andanças" até se fixarem no bairro periférico, onde residem atualmente. Nesse contexto focalizo, como elas vão elaborando novas formas de enfrentar a realidade urbana, na condição de pobres, adaptando vivências do meio rural. Nesse caminho seguem sempre estabelecendo a comparação entre o "lá e o cá", que envolve, por exemplo, diferenciar a alimentação que se tinha, daquela que se tem hoje, a morada que se tinha, daquela conseguida em meio urbano, as relações de amizade no rural e agora os novos hábitos no meio urbano. Há um processo de assimilação de novos hábitos no novo meio, assim como uma resistência na preservação do "ethos camponês", significando a valorização do trabalho enquanto valor moral, da família enquanto último objetivo de todos os esforços. Neste cenário a figura feminina da mãe, esposas e trabalhadora se destaca. Serão as mulheres que irão buscar e realizar o equilíbrio das relações familiares colaborando de forma determinante para superar as dificuldades econômicas e de adaptação do grupo familiar. Tornam-se mediadoras fundamentais nesse processo. Este grupo de migrantes se diferencia dos demais no momento em que busca resolver seus problemas de forma coletiva, através dos grupos comunitários. Esse espaço que é fundamental para a concretização dos novos laços sociais, e para a realização da nova forma de trabalho, o trabalho a domicílio. Destaco neste estudo as principais preocupações das mulheres e a forma singular e criativa como enfrentam até mesmo graves problemas cotidianos, sejam familiares, ou sociais. Através de sua nova atuação em meio urbano alteraram algumas relações no meio familiar, ao mesmo tempo que procuraram manter outras; através das suas experiências nos grupos comunitários são capazes de dominar com sabedoria o espaço privado e aos poucos irem adentrando o espaço público, manifestando uma preocupação também com o social

Abstract: This study was choosen due to the intensive migration (from rural to urban area) at Passo Fundo (RS), regarding woman participation in the process of social transformation. It is related to the life stories of poor woman groups which migrates to the urban center surroundings, showing all their way through until the present dwelling. Thus, it focus how they face the new urban reality (as being in a poor class level) adapting their own rural life experience (for instance, comparing present and past changes: food, dwelling, relationship). At the same time they are taking new habits but also as keeping the "countryman ethos" meaning the work valorization as a moral value and the family as the last target of ali efforts. In this context, the woman position is remarkable as mother, wife and worker. Women will search and realize the equilibrium of family relationship contributing and overcoming economic difficulties and family adaptation. Therefore, they become an important key in this process These people are different from the others in searching solutions through group actions. This space is a bases to achieve new social ties and to realize a new working form, that is working at home. This research also remarks about woman worries and how creative they are when facing daily social or familiar serious problems. Through new actuation in an urban environment they could change some family relationship at the same time they maintain others. Their experiences provided in the community groups made them able to hold with wisdom the private gap and step by step growing in the public area, keeping in mind also their concern on social matters
Subject: Mulheres do campo
Trabalhadoras rurais
Trabalho a domicilio
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1998
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Maciel_ElizabethNunes_M.pdf15.43 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.