Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/252038
Type: TESE
Title: O estudante do ensino medio e tecnico e a precarização do trabalho : perspectivas e adaptação : um estudo de caso de jovens estagiarios
Title Alternative: The high school and technical education student and precariousness of work : perspectives and adaptation : a case study of young interns
Author: Almeida, Ada Maria de
Advisor: Silva Júnior, João dos Reis
Junior, João dos Reis Silva
Abstract: Resumo: Esta tese tem como objetivo apreender o processo de inserção do estudante de ensino médio e da escola técnica no mercado de trabalho por meio de estágios sócio-culturais. A metodologia da pesquisa, de caráter qualitativo e que se caracteriza como estudo de caso, compreende análise da documentação institucional e entrevistas semi-estruturadas com diretores e alunos/estagiários de duas escolas públicas estaduais do município de Araraquara-SP. Verifica-se a percepção dos diretores das escolas e de jovens sobre educação, trabalho e estágios considerando, estes últimos, parte de um movimento mais amplo de universalização do capitalismo e de reformas do Estado em que empresas públicas e privadas utilizam uma mão-de-obra jovem, escolarizada, qualificada e disposta a desempenhar, com total dedicação e sem questionamentos, diversas atividades no geral precarizadas, mal-remuneradas e destituídas de direitos, como forma de adquirir experiência e manter-se vinculada ao mercado de trabalho. Detecta-se que, nesse processo, a escola cumpre, ao lado das agências de emprego, um papel ativo de intermediária e agenciadora de estudantes para empresas indicando e encaminhando, para os estágios, aqueles já pré-aprovados pela instituição de ensino em comportamentos e atitudes - que se caracterizam como competências sociais em detrimento do saber escolar - úteis ao desempenho do trabalho. Percebe-se ainda que o jovem estudante tem uma visão extremamente otimista, idealizada, fetichista e alienada sobre os estágios sócio-culturais, não compreendendo sequer as bases sob as quais estão se realizando os estágios e, assim, está reproduzindo e legitimando os vínculos que se estabelecem entre escola/empresa no processo de inclusão da juventude brasileira, atualmente um dos segmentos sociais mais vulneráveis e afetados pelo desemprego e pela precariedade, de forma subordinada, degradada, marginal, que pode ser entendida como uma ¿inclusão excludente¿, no mercado de trabalho. Este jovem, embora denuncie viver em condições materiais de existência instáveis e sonhe, para o futuro, com uma estabilidade profissional que possibilite o acesso à sociedade do consumo e à constituição da própria família, está, hoje, adaptado à instabilidade da vida e do trabalho e incorporou o discurso dominante empresarial, escolar e da mídia, de educação contínua como único meio de atingir a mobilidade social

Abstract: This thesis is aimed at apprehending the process of inserting the high school education and technical school student in the work market by means of socio-cultural internships. The research methodology, of a qualitative nature and which is characterized as a case study, consists of institutional documentation analysis and semi-structured interviews with principals and interns/students of two state public schools of the municipality of Araraquara-SP. It was examined the perception of the schools principals' and the youngsters' on education, work and internships considering, the latter ones, part of a wider movement of capitalism universalization and of State reforms in which private and public companies utilize a young workforce, educated, qualified, and willing to perform, with total dedication and without questioning, several activities in general precarious, badly paid and deprived of rights, as a way to acquire experience and remain connected to the work market. It was found that, in this process, the school plays, along with the employment agencies , an active role as intermediary and students recruitment agencies for compani-es indicating and sending, to internships, those already pre-approved by the educational institution in behaviors and attitudes - which are characterized as social competences to the detriment of school knowledge - useful to work performance. It was also found that the young student has an extremely opti-mistic view, idealized, fetishistic and alienated on the sociocultural in-ternships, not even understanding the bases on which they are doing them and, this way, they are reproducing and legitimating the links that are establi-shed between school/company in the process of Brazilian youth inclusion, now-adays one of the most vulnerable and affected by unemployment and by precariousness social segments in a subordinate way, degraded, marginal, that can be understood as an "excluding inclusion", in the work market. This youngster, although denounces living in unstable existence material conditions and dreams, for the future, about a professional stability that makes it possible the access to the consumer society and to the constitution of the own family, is, today, adapted to the unsteadiness of life and of work and incorporated the business, school and media dominant discourse of continuous education as the only way to achieve social mobilization
Subject: Estagios
Ensino médio
Ensino técnico
Juventude
Emprego
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Almeida_AdaMariade_D.pdf988.73 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.