Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251759
Type: TESE
Title: Alfabetização economica, habitos de consumo e atitudes em direção ao endividamento de estudantes de pedagogia
Title Alternative: Economic literacy, consumer habits and attitudes toward the debt of students of the course of pedagogy
Author: Silva, Sonia Bessa da Costa Nicacio
Advisor: Assis, Orly Zucatto Mantovani de, 1939-
Abstract: Resumo: A presente investigação de caráter qualitativo e quantitativo cujo modelo teórico é a psicologia genética trata de dois estudos. O primeiro é um estudo descritivo correlacional cujos objetivos são caracterizar as diferenças entre nível de compreensão e alfabetização econômica dos estudantes de primeiro, terceiro e sextos semestres do curso de pedagogia, atitudes em direção ao endividamento e hábitos e condutas de consumo. O segundo estudo de natureza quase experimental teve como objetivo verificar a eficácia de um programa de intervenção em Educação Econômica com estudantes formandos do curso de pedagogia. A amostra do primeiro estudo foi constituída de 167 estudantes do Curso de Pedagogia sendo 44 do primeiro semestre, 76 do terceiro semestre e 47 do sexto semestre. o segundo estudo foi uma amostra de conveniência com 47 estudantes do sexto semestre. Todos os estudantes são de nível sócio econômico baixo, composto de 9 homens e 158 mulheres. No primeiro estudo os sujeitos foram submetidos a um pré-teste com três instrumentos: TAE-A Teste de Alfabetização Econômica, Escala de Hábitos e Condutas de Consumo e Escala de Atitudes Diante do Endividamento. No segundo estudo foi realizado um programa de intervenção pedagógica e um pós teste com TAE-A, Escala de Hábitos e Condutas de Consumo e Escala de atitudes Diante do Endividamento com 47 estudantes do sexto semestre, que permitiu comparar, antes e depois do projeto de intervenção, os níveis de alfabetização econômica, as atitudes em direção ao endividamento e os hábitos de consumo. Quanto à análise dos dados do primeiro estudo verificou-se que os índices de erros e acertos em todos os grupos apresentaram semelhanças entre si. Os estudantes mais graduados não apresentaram melhores índices de compreensão econômica, melhores condutas de consumo ou atitudes frente ao endividamento, não foram encontradas diferenças significativas entre os grupos estudados. O consumo nos três grupos não é reflexivo, eles têm pouco conhecimento quanto aos direitos e deveres dos consumidores, somente 27% faz planejamento de compras, 76% não lê a etiqueta dos produtos, mais de 50% compra no mercado ambulante, não se certifica da garantia dos produtos, não tira todas as dúvidas com o vendedor, não examina detalhadamente todos os produtos que compra. Mais de 40% dos sujeitos acreditam que gastam mais do que ganham e compram no crédito, mas somente a metade deles pergunta pelas taxas de juros. No segundo estudo foi encontrado diferenças significativas em 60.83% das questões dos três instrumentos após a intervenção. A intervenção pedagógica mostrou-se eficaz quanto a compreensão dos fenômenos econômicos dos estudantes da amostra. Enquanto no pré-teste não houve nenhuma diferença significativa, no pós-teste em todos os temas os estudantes mostraram melhor compreensão. Os dados mostraram que o programa de intervenção pedagógica, foi capaz de provocar significativa mudança no nível de alfabetização econômica dos estudantes, nos hábitos e condutas de consumo e nas atitudes diante do endividamento, bem como provocar um processo de tomada de consciência quanto aos conhecimentos econômicos implícitos no dia a dia. Atitudes mais austeras puderam ser verificadas quanto à seleção e qualidade dos produtos e importância da compra.

Abstract: The investigation of qualitative and quantitative character whose theoretical model is the genetic psychology comes from two studies. The first is a descriptive correlational study whose objectives are to characterize the differences between level of economic literacy and understanding of students of first, third and sixth semesters of the course of teaching, attitudes toward debt and consumption habits and behaviors. The second type of quasi experimental study aimed to verify the effectiveness of na intervention program in Economic Education students with students of the course pedagogy. A sample of the first study was composed of 167 students in the Course of Pedagogy and 44 of the first half, 76 and 47 of the third semester of the sixth semester. The second study was a convenience sample with 47 students in the sixth semester. All students are from low socio economic, composed of 9 men and 158 women. In the first study subjects were submitted to a pre-test with three instruments: TAE-A Test of Economic Literacy, Scale habits and Consumer Behavior and Attitudes Scale With the debt. In the second study was conducted a program of educational intervention and a post test with TAE-A, Scale Behavior of Consumption and Habits and attitudes Given the scale of debt with 47 students in the sixth semester, which allowed to compare before and after the project intervention, levels of economic literacy, attitudes toward debt and consumption habits. The analysis of data from the first study found that the rates of errors and correct in all groups showed similarities between them. The senior students did not show better rates of economic understanding, better behavior of consumption or attitudes towards debt, there were no significant differences between groups. The consumption in the three groups is not reflexive, they have little knowledge about the rights and duties of consumers, only 27% planning to make purchases, 76% do not read the label of products, purchasing over 50% mobile market, not certify the guarantee of products, not take any questions with the seller, not thoroughly examine all the products you buy. Over 40% of the subjects believe they spend more than they earn and buy on credit, but only half of them ask for interest rates. In the second study found significant differences in 60.83% of the questions of the three instruments after the intervention. The educational intervention was effective as the understanding of economic phenomena in the sample of students. While the pre-test there was no significant difference in post-test in all subjects, students showed better understanding. The data showed that the program of educational intervention, was able to cause significant change in the level of economic literacy of students in the habits and behavior of consumption and attitudes in the face of debt and lead a process of awareness of knowledge about the economic involved in day to day. More austere attitudes could be verified on the selection and product quality and importance of purchase.
Subject: Construtivismo (Educação)
Alfabetização
Educação economica
Consumidores - Educação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_SoniaBessadaCostaNicacio_D.pdf2.02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.