Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251746
Type: TESE
Title: A constituição historica do projeto educacional da criança no periodo imperial : instrução, moralização e disciplinamento
Title Alternative: The historical constitution of educational project of the imperial period in the child : education, moral and discipline
Author: Brandão, Isabel Cristina de Jesus
Advisor: Noronha, Olinda Maria, 1946-
Abstract: Resumo: No presente trabalho, analiso a história da educação da criança durante o Império, na província da Bahia. Os registros sobre a educação da criança na Bahia referem-se basicamente ao período colonial, especificadamente, à educação jesuítica e ao processo de catequização dos nativos. Além disso, observo que nas pesquisas desenvolvidas no campo da história da educação, em sua quase totalidade, as temáticas versam sobre período colonial ou republicano o que, conseqüentemente, demonstra que há um hiato quanto ao período imperial, o qual tem uma importante significância em nossa história. Esse fato me levou a questionar sobre como se constituiu a história da educação da criança no estado da Bahia durante o Império. Trata-se de um estudo documental, cuja fonte principal são os Relatórios dos Presidentes da Província, pois, como documentos oficiais, contêm informações "ampliadas" das políticas educacionais do Império na província baiana. É importante destacar que o foco deste trabalho é a educação das crianças que freqüentavam as instituições escolares. Os documentos analisados indicam que, nessa época, a infância caracterizava-se como um período que se iniciava ao 0 anos e se estendia até os 14 anos de idade, sendo que, a partir dos 7 anos, a criança estava apta para ingressar nas instituições de ensino. O projeto de instrução que se desenvolvia na escola primária tinha como objetivo principal a moralização das crianças, por meio da qual se buscava formar um indivíduo que atendesse a uma sociedade em pleno desenvolvimento da burguesia e expansão do sistema capitalista, que exigia um povo civilizado de acordo com o modelo europeu de sociedade e civilização que definiam os padrões da época. O ensino tinha muito mais uma conotação de status e, nesse sentido, era destinado, inicialmente, à elite dominante. Porém, à medida que o capitalismo vai adquirindo forma e, conseqüentemente, exigindo pessoas qualificadas para a sua consolidação, a instrução primária passa a ser direcionada principalmente para formação do trabalhador. Uma educação que teve como principal característica a moralização dos sujeitos.

Abstract: This work intends to analyse children's education during the Imperial Period in Bahia. The documental registration about children's education in Bahia is related basically to the colonial period, specially to the jesuitic education and the process of native's catechesis (oral religious education). Besides this first point, this research observes that in many studies developed in the history field, the subjects are related to the colonial or republican period, what means that there is an interruption in Imperial period, that is also very important in our history. This perception brought me an interest about the constitution of children's education in Bahia during the imperial period. This is a documental research, supported basically in the Presidents of the provinces' reports because, as oficial documents, they have enlarged information about the educational policy in Bahia during the imperial period. It's important to perceive that this project focus, in fact, on the children that attended those schools. The analysed documents showed that, in this period, childhood was considered the period between zero and fourteen years old, and sevenyear-old children could go to school. The instructional project had a main goal in the children moralization, from which they wanted to raise men that could serve to the burghership, in full development in that time, and the increasing capitalist system, that was looking for an European model in society and civilization. The educational system had a conotation of maintenance of the status so it was directed to a special group: the elite. However, while the capitalism was acquiring its own shape, requiring specialized people for its consolidation, basic instruction was being directed towards the professional education, having as its main characteristic, people's moralization.
Subject: Crianças - História
História da educação
Bahia - História
Imperio
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Brandao_IsabelCristinadeJesus_D.pdf5.36 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.