Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251715
Type: TESE
Title: Nem so de salario vivem as docentes de creche : em foco as lutas do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Publico Municipal de Campinas (STMC 1988-2001)
Title Alternative: Daycare center female teachers survice not only by their wage : in focus the struggles of the Employees Trade Union in the Municipal Civil Service
Author: Bufalo, Joseane Maria Parice
Advisor: Faria, Ana Lúcia Goulart de, 1951-
Abstract: Resumo: O objetivo central da presente pesquisa é a análise de como está sendo construída a profissão docente de creche no seio dos movimentos de resistências culturais, uma vez que a concepção de docência, ora focalizada, vai além do trabalho desenvolvido junto aos meninos e meninas de 0 a 3 anos. Ou seja, a complexidade da formação político-cultural das docentes, é contemplada nesta análise, via escolha do objeto Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Campinas, tratado como um espaço educativo mais amplo, pleno de tensões e de lutas, em que se afirma o conceito de classes sociais. Para tal focalizo, nesta pesquisa, os documentos deste Sindicato, no período de 1988 a 2001, os quais, em sua maioria, foram encontrados na própria entidade. Além destes, compõem a pesquisa, três revistas da área da educação e um caderno de poesias, ambos também publicados pelo Sindicato e hoje encontráveis em meu acervo pessoal. Elegi estas fontes primárias já que foram produzidas diretamente pelos trabalhadores e trabalhadoras, do serviço público municipal de Campinas. Nesta pesquisa concebo as docentes de creche como produtoras de culturas, como sujeitos da história que se constroem nas relações de trabalho, de gênero, de idades, de etnias. Neste sentido, as analiso como pertencentes a uma classe social. Ao mesmo tempo, situo historicamente o Sindicato, focalizando-o através dos tempos em sua composição e organização, destacando nas análises as relações de gênero e a educação infantil. Inicio a tese com uma carta, na qual trago à tona experiências por mim vividas, como docente de creche. Com o objetivo também de contemplar as vozes de outras colegas, docentes de creche, isto é, as monitoras, optei por dar início a cada capítulo com uma ata redigida por elas próprias, a qual, por sua vez, foi destacada dentre os documentos do Sindicato. Na abertura de cada capítulo registro, ainda, uma poesia de autoria de trabalhadoras do serviço público municipal, na tentativa de enriquecer as tessituras analíticas apresentadas. Sendo assim no primeiro capítulo abordo a entidade sindical como um espaço de luta e resistência dos trabalhadores e trabalhadoras, bem como discuto a situação de classe social das docentes de creche. Na seqüência, no segundo capítulo enfoco o conceito de docência em creche, através da bibliografia na área. No último e terceiro capítulo contextualizo o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Campinas, tendo como eixo as relações de gênero e a educação infantil nas pautas de lutas da entidade. Finalizo a tese com uma outra carta, na qual abordo a arte de aprimorar-me como docente de creche, no diálogo com as experiências de pesquisa vividas no doutorado. Destaco, finalmente, que descobri, nesta pesquisa, que na trajetória das reivindicações desta categoria, nem só o salário estava presente nas respectivas pautas, e, sim, encontram-se tantas outras reivindicações, tais como a exigência de melhoria da formação docente, mostrando, assim, que nem só de salário vivem as docentes de creche.

Abstract: The central objective of the present research is the analysis of how the daycare center teaching profession has been formed in the middle of cultural resistance movements, taking into account that the teaching concept, sometimes in focus, is much more than the developed work with the young boys and girls from zero to three years old. In other words, the complex teaching political-cultural formation is contemplated in this analysis, through the chosen object Employees Trade Union in the Municipal Civil Service from Campinas, São Paulo, Brasil, which has been seen as a broader educational place, full of struggles and strains, in which the concept of the social classes has been formed. Searching this objective, I focus on this research, the documents of this Trade Union, from the period 1988 to 2001, which ones, most of them were found in the own institution. Besides these ones, three educational magazines and a poetry notebook has been part of this research, both were also published by the Trade Union and they can be found in my personal library. I have chosen these primary sources because they were produced directly by the women and men employees in the Municipal Civil Service from Campinas, São Paulo, Brasil. In this research, I conceive the daycare centre female teachers as culture formers, as historical subjects which have been formed on the working relationships- social classes, gender relationships, ages and ethnic relationships. In this sense, I analyze them as part of a social class. At the same time, I analyze the Trade Union history, through the focus on the times in its structure and organization, putting in first place the analysis on the gender relationships and the early childhood education. I begin the thesis with a letter, in which I bring back experiences lived by me, as a daycare center teacher. I have chosen, at the beginning of each chapter a minute written by the researched teachers, with the objective of contemplating their participation. These written minutes had a special place in the Trade Union documents. At the beginning of each chapter, I also register a poetry written by the municipal women civil servants, as a way of becoming the theoretical presented analysis richer. In the first chapter, I emphasize the Trade Union Institution as a place of the employees struggle and resistance and I also discuss the social class situation of the daycare center female teachers. Then, in the second chapter I focus on the concept of teaching in daycare center, through the bibliography in this area. In the third and last chapter I put into context the Employees Trade Union in the Municipal Civil Service from Campinas, having as the main subject the gender relationship and the early childhood education on the agenda in the institution struggles. I conclude this thesis with another letter, in which I focus the art of improve myself as a daycare center teacher, in the analysis of the research experiences lived in Doctorate. I finally emphasize that I discovered, in this research, that among the demands of these employees, not only the salary was present on the respective agenda, but also, there are so many different demands, such as a better teaching formation, showing us that daycare center female teachers survive not only by their wage.
Subject: Educação infantil
Formação de professores
Criança pequena
Classes sociais
Resistência cultural
Relações de gênero
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bufalo_JoseaneMariaParice_D.pdf4.06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.