Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251710
Type: TESE
Title: Na escuta : encontros e dialogos dos/com os professores sobre os dilemas do cotidiano escolar
Title Alternative: Listening in : meeting of dialogue and/with the teachers on dilemmas of everyday school life
Author: Correa, Rosa Maria
Advisor: Mantoan, Maria Teresa Eglér, 1943-
Abstract: Resumo: Foi entre uma história e outra que lemos, ouvimos e contamos, nos encontros com autores, professores e alunos que tivemos, que fomos certificando-nos, que uma educação para todos ainda não foi alcançada e ainda demorará a acontecer. Em que pesem os esforços de organismos internacionais e os avanços políticos, sociais e econômicos que Brasil tem vivido, desde as últimas décadas do século passado, nosso ensino, ainda hoje está voltado para um aluno ideal, desconsiderado, e excluído, o aluno que não se enquadra nesse padrão. A teoria é essa, a prática dos professores no cotidiano das escolas, que optaram por ser inclusivas, não é diferente. A história que escrevemos diz da escuta das idéias e das práticas dos professores de escolas da Rede Municipal de Ensino de Belo Horizonte, em Minas Gerais, que desenvolveram a proposta do Programa Escola Plural. Nos nossos diálogos, nos nossos encontros e de ambos, encontros e diálogos, tratamos da concepção de ensino e aprendizagem, da finalidade da escola, do currículo, da avaliação, enturmação, formação de professor; da diferença e da igualdade; da inclusão e da exclusão, e da angústia que nos desampara e nos liberta para construir nossa própria história. Esta investigação apontou que, para além de decisões políticas, são necessárias ferramentas teóricas que nos encaminhem para a inclusão de todos, numa educação para todos. Foi assim, que as histórias que lemos, ouvimos e contamos, também, nos contaram outras histórias. A história desses professores, a quem faltam formação continuada e oportunidade de reconstrução da competência, e habilidades profissionais para trabalhar com o novo e o diferente. A história de integração dos "diferentes", nessas escolas, criou outra história: a da inclusão dos mais "diferentes". A história de que a inclusão tem sua angústia minimizada, pelo acesso do aluno com deficiência à escola, e não porque ele tem direito a uma educação de qualidade, independentemente, da diferença que o identifique.

Abstract: It was between a story and another that read, heard and counted in meetings with authors, teachers and students who have, that we satisfy ourselves that an education for all has not yet been reached and still take the case. In that despite the efforts of international organizations and of political, social and economic that Brazil has experienced since the last decades of the last century, our education, even today is toward an ideal student, disregard, and excluded, the student who does not fits that pattern. The theory is that the daily practice of teachers in the schools, who have chosen to be inclusive, is no different. The story says that wrote the interception of ideas and practices of teachers from schools in the Municipal Network for Education in Belo Horizonte, Minas Gerais, who developed the proposal of the School Plural. In our dialogues, in our meetings and both meetings and dialogues, dealing with the design of teaching and learning, the purpose of the school, the curriculum, assessment, groups, training of teachers; the difference and equality, of inclusion and exclusion, and the anguish that we desampara and frees us to build our own history. This research showed that, apart from political decisions are necessary theoretical tools that we move to the inclusion of all, an education for all. It was thus that the stories that we read, hear and we, too, told us other stories. The story of these teachers, who lack training and continuing opportunity to rebuild the competence and professional skills to work with the new and different. The history of integrating different in those schools, has created another story: the inclusion of more "different". The story of that inclusion has minimized his anguish, the access of disabled students to school, not because he is entitled to a quality education, regardless of the difference that identifies.
Subject: Inclusão escolar
Planejamento escolar
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Correa_RosaMaria_D.pdf2.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.