Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251708
Type: TESE
Title: A estrategia de pedir ajuda de estudantes do ensino fundamental
Title Alternative: The help-seeking strategy used by elementary school students
Author: Serafim, Tania Maria
Advisor: Boruchovitch, Evely, 1961-
Abstract: Resumo: A estratégia de pedir ajuda é uma importante estratégia de aprendizagem no repertório dos estudantes. Caracteriza-se por ser tanto uma estratégia metacognitiva quanto de aprendizagem auto-regulada. Envolve a capacidade metacognitiva porque requer consciência da necessidade de ajuda. Além disso, revela um comportamento auto-regulado, na medida em que os estudantes exibem autodeterminação para superar uma dificuldade ao pedir ajuda a alguém que tenha mais conhecimento. Pesquisas sobre a estratégia de pedir ajuda no contexto educacional brasileiro são escassas. Nesse sentido, os objetivos da presente pesquisa foram verificar a concepção de pedir ajuda dos estudantes e investigar as relações entre essa estratégia e à série escolar, o gênero, a orientação motivacional e a autoeficácia dos estudantes. Fizeram parte do estudo 159 estudantes da 2ª, 3ª e 4ª séries de uma escola pública do município de Campinas. Os instrumentos utilizados foram: uma entrevista estruturada com questões abertas sobre a estratégia de pedir ajuda, uma escala de pedir ajuda, duas escalas de motivação e uma escala de auto-eficácia. Os estudantes mencionaram utilizar a estratégia de pedir ajuda, seja para a realização de em tarefas escolares, como para atividades cotidianas. Revelaram que o pedido de ajuda é feito de forma verbal. Diferenças entre o uso da estratégia de pedir ajuda e a série escolar foram encontradas. Os estudantes da 2ª série se diferenciam significativamente dos da 3ª e 4ª séries por apresentarem uma compreensão negativa dessa estratégia. Não foram constatadas relações significativas entre o uso do pedir ajuda e a variável gênero. A estratégia de pedir ajuda apresentou uma correlação positiva com a crença de auto-eficácia e uma correlação negativa com a motivação. Os dados são discutidos em termos da necessidade de se criar uma ambiente de sala de aula favorável ao uso da estratégia de pedir ajuda, bem como o papel do professor quanto à promoção do pedir ajuda nesse ambiente.

Abstract: The help-seeking strategy is very important to the learning process of the students. This strategy is characterized not only by metacognition, but also by self-regulated learning. Metacognition is envolved when it requires one to be conscious of the necessity of help. Self-regulated learning behavior takes place when the students demonstrate selfdetermination in order to overcome their issues by requesting the assistance of someone who is more knowledgeable. Research on help-seeking strategy in the Brazilian educational system is very scarce. Therefore, the primary objectives of this study were to verify the foundations of help-seeking strategy in students and to investigate the relationship between this strategy and their school level, gender, motivation and students self-efficacy. There were 159 students taking part in the research, ranging from 2ª to 4ª grade of a public school in the city of Campinas. The key instruments on the research were as follows: a structured interview with open-ended questions regarding the help-seeking strategy, a scale of helpseeking strategy, two motivational scales and one self-efficacy scale. The students admitted to employ the help-seeking strategy when carrying out both schoolwork and tasks of everyday life. They reported that the help-seeking strategy was verbally conducted. There were differences in the use of strategies considering the school grade level. The 2ª graders differed greatly from 3ª and 4ª graders in the sense that they displayed a more negative understanding of this strategy. There was not a significant relationship between the use of help-seeking strategy and gender. A positive correlation was found between the helpseeking strategy and the belief of self-efficacy, but a negative correlation was found between the strategy and motivation. The information gathered was discussed in terms of the need to create an atmosphere in the classroom that encourages the use of help-seeking strategy and the role of the teacher to promote the use of this strategy.
Subject: Estratégias pedagógicas
Psicologia cognitiva
Educação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Serafim_TaniaMaria_M.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.