Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251563
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Ciencia e gestão na universidade publica = das interfaces epistemologicas a praxis possivel
Title Alternative: Science and management in the public university : from the epistemological interfaces to the possible praxis
Author: Hello, Fernando Antonio
Advisor: Pereira, Elisabete Monteiro de Aguiar, 1949-
Abstract: Resumo: O presente trabalho aborda uma universidade pública, do ponto de vista administrativo, em seus aspectos de perenidade enquanto instituição e de sustentabilidade enquanto organização, articulando a gestão administrativa, no geral, e a gestão de pessoas, no particular, na Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Nosso objetivo é estudar, através de uma abordagem de cunho estruturalista, como se articulam o ethos universitário naquilo que tem de característico e predominante em ações, atitudes e sentimentos dos indivíduos ou grupos que compõem essa comunidade, e que marcam suas realizações ou manifestações culturais e de gestão de pessoas, e o modus operandi da universidade, em suas vertentes de produção de conhecimento, saber e ciência, através do ensino, da pesquisa e da extensão, assim como através do estudo de seu planejamento estratégico. Partiremos da contextualização da instituição/organização universidade na conjuntura sócio-econômica e de suas relações de trabalho atuais, passando pelas implicações dessas tendências tanto sobre os novos paradigmas científicos e administrativos como, mais especificamente, sobre a gestão de pessoas, em função das especificidades estruturais do sujeito desejante em suas dimensões subjetivas e profissionais. Mais especificamente, na administração de "recursos humanos", atualmente denominada gestão de pessoas, pretendemos analisar a interação do ethos universitário refletido em seus próprios quadros administrativos e em suas respectivas praxes. Numa organização tão peculiar como a universidade, buscamos entender as políticas e práticas de gestão de pessoas, seus discursos e seus efeitos, tanto tácitos quanto explícitos, tanto "curativos" quanto iatrogênicos, via análise do discurso contido tanto no processo quanto nos produtos e implementações resultantes do Planejamento Estratégico - PLANES - UNICAMP. Para isso utilizaremos o ferramental da teoria psicanalítica, mais especialmente as contribuições de Jacques Lacan em sua elaboração dos Quatro Discursos, mais um: o do Mestre, o Universitário, o da Histérica, o do Analista e mais o do Capitalista. Concluiremos que a gestão universitária, inclusive em seu vetor estratégico e de gestão de pessoas, acabam por compor um controle heterônomo que interfere no ethos universitário, essencialmente definido por nós como "a ética do bemconduzir o bem-dizer". A complexidade da instituição/organização universidade coloca-se, dessa forma, como o determinante de produção e produtividade possíveis, onde qualquer forma de intervenção ou intencionalidade passa pelo quê a estrutura permite do "fazer-sentido", seja enquanto ato ou enquanto articulação significante e formalização de verdades, em seus desdobramentos e em suas implicações epistemológicas do "fazer-ciência". Concluímos que a universidade, dessa forma, se apresenta enquanto instituição/organização cuja essência de modus operandi e de ethos faz confluir, sobrepondo, conhecimento, saber, ciência e práxis, compondo uma nova ética institucional/organizacional que redimensiona, re-articula dialeticamente e implica incisivamente, de forma inovadora do ponto de vista administrativo/gerencial e de gestão de pessoas, o(s) discurso(s) e a(s) prática(s).

Abstract: The present work approaches the public university, by the administrative point of view, in your perenity aspects while institution and in your sustentability while organization, articulating the managerial administration, in general, and the people's administration, in particularly, in the State University of Campinas - UNICAMP. Our objective is to study, through an approach of structuralistic stamp, how it articulates the academical ethos in that it has of characteristic and predominant in actions, attitudes and the individuals or groups' feelings that compose that community, and that mark your accomplishments or cultural manifestations and of people's administration, and the modus operandi of the university, in your slopes of knowledge's production, knowledge and science through the teaching, the research and the extension, as well as through the study of your strategic planning. We will leave of the contextualization of the university institution/organization in the socioeconomic conjuncture and of your current work relationships, going trough the implications of those tendencies on the new scientific and administrative paradigms like, more specifically, on the people's administration, in function of the structural specificities of the desiring subject in your subjective and professional dimensions. More detailled, in the administration of "human resources", now denominated people's administration, we intended to analyze the interaction of the academical ethos contemplated in your own administrative structure and in your respective praxes. In an organization as peculiar as the university, we looked for to understand the politics and practices of people's administration, your speeches and your effects, so much tacit as explicit, so much "curatives" as iatrogenics, through analysis of the speech as much as contained in the process how in the products and implemantations of the Strategic Planning - PLANES - UNICAMP. For that we will use the ferramental of the psychoanalitic theory, more especially Jacques Lacan's contributions in your elaboration of the Four Speeches, and one more: the one of the Master, the one of the University, the one of the Hysterical, the one of the Analyst and the one more of the Capitalist. We will conclude that the academical administration, inclusive in your strategic and people's administration vector, end for composing an heteronomical control that interfers in the academical ethos, essentially defined for us as "the ethics of the well-leading the well-saying". The complexity of the university institution/organization is placed, in that way, as the production and possible productivity's determinant, where any intervention form or intencionality goes by through the what the structure allows of the "makingsense", be while act or be while possible significant articulation and trues' formalization, in your unfoldings and in your epistemological implications of the "making-science". We concluded that the university, in that way, shows itself while institution/organization whose essence of modus operandi and of ethos makes to converges, putting upon, knowledge, know-how, science and práxis, composing the new institutional/organizational's ethics that re-designs, dialetically re-articulates and hardly implicates, in a innovative way of the administrative/managerial and people's administration's point of view, the speech(es) and the practice(s).
Subject: Ensino superior
Psicanálise
Análise do discurso
Gestão de pessoas
Educação - Administração
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Hello_FernandoAntonio_D.pdf1.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.