Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251448
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Subjetividade e problematização do transcendental em Michel Foucault
Title Alternative: Subjectivity and problematization of the transcendental in Michel Foucault
Author: Favaretto, Antonio Carlos
Advisor: Fontes Junior, Joaquim Brasil, 1939-
Junior, Joaquim Brasil Fontes
Abstract: Resumo: Propomos a idéia de que em Michel Foucault os temas da subjetividade e do pensamento estão estreitamente relacionados entre si e com a constante busca de subverter o transcendental kantiano. A questão é a idéia que o sujeito transcendental é condição de possibilidade da experiência, mas permanece fora dela assegurando a sua unidade. Dessa forma, o pensamento assegura a continuidade de sua própria história. De acordo com Foucault, Kant fez isso atando o pensamento ao transcendental antropológico. Foucault procura, então, subverter o transcendental kantiano por meio de sua dessubjetivação (desantropologização) e imanentização. Sem um sujeito transcendental para assegurar a continuidade de sua história, o pensamento emerge na imanência de sua própria descontinuidade histórica. Foucault procura explorar a possibilidade aberta a partir deste campo transcendental imanente sem sujeito, descontínuo e múltiplo para desenvolver um pensamento como experiência da diferença. Contudo, a maneira como Foucault procura operar a imanentização do transcendental parece implicar certa tensão em sua concepção de diferença.

Abstract: We propose the idea that in Michel Foucault the themes of subjectivity and thought are closely connected to each other and with the constant seek to subvert the Kantian transcendental. The question is the idea that the transcendental subject is the condition of possibility of experience, but remains outside of it assuring its unity. Thus the thought ensures the continuity of its own history. According to Foucault, Kant did this by tying the thought to transcendental anthropological. Foucault seeks then to subvert the Kantian transcendental through his desubjectivation (des-antropologization) and immanentization. Without a transcendental subject to ensure continuity of its history, the thought emerges in the immanence of its own historical discontinuity. Foucault seeks to explore the possibility open from this field "immanent transcendental" without a subject, descontinuous and multiple to develop a thought as the experience of difference. However, the way how Foucault seeks to operate the immanentization of the transcendental seems to imply certain tension in his conception of difference.
Subject: Diferença (Filosofia)
Ética
Subjetividade
Verdade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Favaretto_AntonioCarlos_D.pdf1.57 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.