Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251408
Type: TESE
Title: Escola e gênero = produção de meninas e mulheres cidadãs?
Title Alternative: School and gender : production of girls and women citizens?
Author: Andrade, Maria Celeste de Moura
Advisor: Camargo, Ana Maria Faccioli de, 1944-
Camargo, Ana Maria Faccioli de
Abstract: Resumo: O trabalho aborda a História das Mulheres e as interfaces de constituição de suas identidades a partir dos mecanismos de poder imersos no cotidiano escolar. Analisa os processos de subjetivação que foram historicamente instituindo as representações de gênero e sexualidade das meninas (e meninos) e como estas se consolidaram através de artefatos culturais e discursivos modelares produzidos pela educação. A metodologia insere-se na perspectiva da genealogia de Michel Foucault, isto é, na preocupação com as conexões entre conhecimento e poder e nos mecanismos de abordagem dos Estudos Culturais. Inclui uma perspectiva histórica fundamentada em estudos relativos à História das Mulheres (Michele Perrot, Georges Duby, Peter Gay e Mary Del Priore, entre outros), inserindo-a nas análises de gênero (Judith Butler, Suely Rolnik, etc) inerentes às observações registradas na escola. Essas observações foram realizadas a partir do estudo de casos referentes às diversas formas de violência que circulam na escola relativas às representações de gênero e sexualidade e da análise dos artefatos culturais instituidores das identidades nesse campo. A proposta foi responder à problemática envolvida na questão: quem fala pelas crianças e adolescentes (pelas meninas, especialmente) em termos de gênero e sexualidade? Em que termos a escola constitui suas identidades cidadãs neste contexto? Os resultados da investigação evidenciaram inúmeros episódios em que se insere o exercício da violência na produção das identidades sexuais e de gênero no cotidiano escolar. Evidenciaram o processo discursivo de configuração dessas identidades pautado em modelos pedagógicos e históricos bastante tradicionais e em conceitos que se assemelham aos dos processos civilizatórios que instituíram mulheres e homens no país desde os primórdios da colonização. Os resultados vislumbraram, contudo, novas possibilidades de subjetivação nesse âmbito, a partir da problematização dessas representações em uma ótica pós-crítica de abordagem. Nela se insere a perspectiva do cruzamento de fronteiras, do cuidado de si e de novas experiências performativas para as crianças, que vivenciam grande parte de suas vidas na escola, reduzindo a sua vulnerabilidade à violência a elas imposta e ampliando suas chances de exercício da cidadania enquanto mulheres e homens, sob formas diversas de orientação sexual.

Abstract: The thesis relates to the Women's History and the interfaces of constitution of their identities from the mechanisms of power immersed in school daily activities. It analyses the subjectivity processes which were historically established the figuration of gender and sexuality of girls (and boys) and how they were consolidated through the cultural and discursive artifacts models produced by education. The methodology was inserted in the perspective of the genealogy of Michel Foucault, above all, in the concern with the connections between knowledge and power and in mechanisms of the relationship of Cultural Studies. It includes the historical view founded in studies related to Women's History (Michele Perrot, Georges Duby, Peter Gay e Mary Del Priore, and many others), introducing it in its analysis of gender (Judith Butler, Suely Rolnik, etc), inherent to the observations registered at school. These observations were done from the study of cases and by the analysis of the cultural artifacts which institutes the identities. This proposal was to answer the problem which involves the question: Who speaks by the children (girls, especially) in terms of gender and sexuality? In what terms the school constitutes its citizen identities? The investigation results put in evidence that the traditional speech of identities production of gender stay very effective in the daily school activities, but they showed up the existence of another possibilities of school subjective in this context, among they are inserted in the borders crossing over, the care of oneself and the new performancy experiences either to women or to men.
Subject: Identidade
Gênero
Sexualidade
Cidadania
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Andrade_MariaCelestedeMoura_D.pdf842.11 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.