Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251406
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Educação às moscas = cenário para uma "educação de situações" em Jean-Paul Sartre
Title Alternative: Education to the flies : scenery for education of situations in Jean-Paul Sartre
Author: Santana, Marcos Ribeiro de
Advisor: Gallo, Sílvio, 1963-
Gallo, Sílvio Donizetti de Oliveira, 1963-
Abstract: Resumo: A presente dissertação é uma investigação bibliográfica, tendo como objetos de estudos as obras de Sartre, O Ser e o Nada, um texto filosófico, e As Moscas, uma peça teatral. Delimita-se o foco em apresentar a relação entre Filosofia e Teatro dentro do cenário da educação no que tange ao projeto sartreano de pensar a condição humana na sua existência radical, contingente e engajada no mundo. A atenção recai sobre o problema da subjetividade, caracterizada não como algo fechado em si mesmo marcando de maneira substancial o sujeito, influenciando de maneira considerável a construção conceitual da educação. Outrossim, volta-se para uma subjetividade destituída de ser, numa abertura para a própria situação existencial, fazendo de Sartre um herdeiro subversivo, tanto da filosofia moderna como das bases fundamentais da educação herdadas dessa modernidade e que são apontadas como fator primordial da crise educacional atual. O fio condutor dessa investigação está amarrado ao conceito de liberdade elaborado por Sartre na descrição teórica d'O Ser e o Nada, definida como autonomia da escolha e na concretude prática apresentada na dramaturgia d'As Moscas, que encena a concepção da tragédia da liberdade, compreendendo, assim, a liberdade que não se caracteriza de forma abstrata, mas que se concretiza na ação dentro de situação existencial e histórica. O objetivo dessa dissertação é descrever a possibilidade de se pensar uma educação a partir do pensamento sartreano, na compreensão sobre a condição humana entendida como liberdade de ação, na criação de sentidos numa relação com o mundo, na perspectiva de apontar para o cenário de uma educação de situações. Uma educação criada no improviso de uma atuação livre e engajada com a própria situação do ser no mundo pela qual se compromete e se torna responsável. Uma educação de situações que atue na existência sem se perder na fala de um monólogo solipsista muito menos se dissipar no enredo de um altruísmo alienante. Uma educação de situações - entendida como a liberdade de criar-se a si mesmo, de maneira autêntica, enquanto ser no mundo engajado com a própria situação existencial e histórica.

Abstract: This is a research based on literature, and its objects of study are two works by Sartre, Being and Nothingness, a philosophical text, and The Flies, a play. Our main objective is to present the relationship between Philosophy and Theatre in the field of education in respect to the Sartrean project of thinking the human condition as radically contingent and engaged existences in the world. There is attention to the problem of subjectivity, characterized not as something closed in itself, affecting the subject in a substantial way, influencing the conceptual construction of education considerably. Also, we turn to the subjectivity devoid of being, in an opening for each existential situation, and this makes Sartre a subversive heir of much of modern philosophy and of the foundational bases of the modern education legacy, which have been identified as one of the major causes of the current educational crisis. The base line of this research is tied to the concept of freedom, which was drawn up by Sartre in the theoretical description of his Being and Nothingness, defined as freedom of choice, and in the reality presented in the play The Flies, which stages the concept of the tragedy of freedom, the freedom that is not characterized in the abstract, but which is actualized in action within the historical and existential situation. The objective of this dissertation is to describe the possibility of considering an education from the Sartrean thought, from the perspective of the human condition understood as freedom of action, in creating meanings in relationship with the world, pointing to a potential education of situations. An education established in the event of free performance, and engaged with the actual situation of being in the world, when one becomes committed and responsible. An education of situations that affects existences without getting lost in a solipsistic monologue and especially in a plot of alienating altruism. An education of situations - understood as the freedom of authentically creating oneself, as a being engaged in the world within his or her own historical and existential situation.
Subject: Sartre, Jean-Paul, 1905-1980
Educação
Liberdade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santana_MarcosRibeirode_M.pdf1.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.